“Não há o que se celebrar quando ainda não temos vacinas para todos”, afirma Lázaro Ramos

0
“Não há o que se celebrar quando ainda não temos vacinas para todos”, afirma Lázaro Ramos
Lázaro Ramos - Foto: Nana Moraes

“Respeito.” Com apenas essa palavra como imagem, num fundo amarelo, Lázaro Ramos, ator, diretor, apresentador, escritor, fez uma publicação no Instagram, nessa segunda-feira (24). Na legenda, o artista ressaltou a necessidade de ainda falar de respeito, referindo-se a acontecimentos deste final de semana, em relação à atitudes que observa, após mais de um ano de pandemia e da perda de mais de 450 mil vidas.

Mesmo o assunto da publicação sendo muito sério, Lázaro teve a habilidade de usar um termo quebra-gelo, comum nas redes sociais: “Lá vem textão.” Ele comenta que a palavra “Respeito”, de tão pedida, “está desgastada e virando até motivo de chacota”. E prossegue sobre eventos que provocaram aglomeração no último domingo: “Não há como se ter nada parecido com uma comemoração desse tipo com mais de 450 mil mortos por uma pandemia que não passa.”

Ao finalizar o desabafo, Lázaro Ramos coloca em evidência o que realmente deveria ser a prioridade de governos, pessoas, organizações, autoridades, influenciadores/as nesse momento: “Não há o que se celebrar quando ainda não temos vacinas para todos. O momento é de cuidado, busca de estratégia para esse país partido e criação de estratégia pra nós passarmos esse momento tão difícil com menos dores possível.”

É isso aí, Lázaro Ramos. A vida exige RESPEITO.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display