Ela canta, dança muito e é uma atriz que apesar da pouca idade, 12 anos, tem consciência da sua arte e do que ela significa para outras meninas como ela. Orgulhosa da sua pele e dos seus cabelos, Duda Pimenta, que interpreta a destemida Kessya em As Aventura de Poliana, no SBT, é tranquilamente um modelo de menina para todas as crianças. Focada, mas sem perder o brilho  de criança, a atriz se dedica a interpretação, dança e música e fala nessa entrevista exclusiva para Mundo Negro, um pouco sobre o seu trabalho e sua rotina, incluindo o cuidado com seu cabelo crespo e lindo.

Sua primeira música como cantora, Seu Cabelo, é sobre empoderamento e amor próprio. De onde veio o desejo de cantar sobre isso, de experiências pessoais ou era algo que você só queria cantar para o público sem pretensão?

R: Eu fiz essa música pra transmitir uma mensagem pra sociedade dizendo que as pessoas precisam se amar do jeito que são, e, a gente fala do cabelo mas ao mesmo tempo do corpo como as pessoas se vestem, sua pele, tudo. Você primeiramente você precisa se amar.

Como é sua relação com seu crespo? Você tem alguma rotina para cuidar dele? Sempre usou o black solto e livre, ou veio com tempo.

R: Sim eu amo muito meu cabelo e  sou eu que cuido e lavo. Minha rotina é o seguinte eu lavo meu cabelo todos os finais de semana, mas eu não posso ficar lavando todos os dias.  De 15 em 15 dias eu faço um banho de creme,  eu desembaraço, faço uma trancinha, durmo com o cabelo de trança e no dia seguinte eu solto. Aí fica aqueles cachos lindos que eu amo e quando eu era pequena, eu pedia pra minha mãe fazer chapinha e aos poucos aos poucos eu comecei a gostar muito do meu cabelo por influência da minha família

Sua personagem Kessya das aventuras de Poliana, tem algo da Duda ou são bem diferentes?

R: Eu e a Kessya nós somos irmãs, nós somos best friends forever. A gente tem várias semelhanças a primeira é ela ama, adora meu Deus do céu, dançar hip-hop e eu também.  Ela é muito família muito amiga ela enfrenta os desafios ela não leva desaforo pra casa. Ela não leva desaforo pra casa e ela é muito estilosa e gosta das matérias, mas não gosta muito de matemática.

Ainda sobre a Kessya, ela é uma menina negra com muita coragem e autoestima em um ambiente onde é a minoria. Muitas meninas negras acabam se espelhando e se inspirando com sua beleza e atitude. Como você lida com isso?

R: Eu me sinto valorizada e eu queria agradecer a todas as meninas que se espelham em mim. A gente sabe que não tem muitas atrizes negras mirins e eu me sinto muito honrada mesmo.

Foto: Reprodução Instagram

Como você avalia a representatividade negra para meninas da sua idade aqui no Brasil? Quem são suas referências infantil e teen negras dentro e fora do país?

R: Eu estou muito feliz em estar representando várias meninas negras e que infelizmente o espaço ainda é pequeno pra nós, mas estamos batalhando. E eu espero que meu trabalho abram portas pra várias meninas negras. E sobre as referências, como eu disse não temos muito espaço, mas a minha referência é minha família, mas eu gosto muito do trabalho da Willow Smith e da MC Soffia. Eu gosto de Black, Black bem pesado que eu escuto com minha a família, gosto de funk, samba, musicas que a minha vó escuta gente, toca eu danço, simplesmente.

Seu novo trabalho, a música Pensa num Beat é ainda mais dançante que o Seu Cabelo. Qual o tipo de som que faz a sua cabeça?

R: Eu gosto de Black, Black bem pesado que eu escuto com minha a família, gosto de funk, samba, músicas que a minha vó escuta, a gente, toca eu danço, simplesmente.

O clipe tem muita dança, você estuda dança, como aperfeiçoa seus movimentos?

R: Eu não estudo dança porque eu aprendi com minha família e eu também assisto vários vídeos na internet porque no momento eu não tenho tempo e eu amo dançar. No momento eu não tenho tempo de fazer aula de dança, mas eu fico assistindo vídeo no youtube.  Já  fiz balé já fiz ginastica olímpica, hip-hop e é por isso que eu amo dançar. E é assim que eu treino em casa.

Como você equilibra seu tempo com trabalho e vida pessoal, incluindo a escola. Você já faz shows ou pretende fazer?

R: Eu não sei de nada nada nada nada da minha agenda se minha vó não estivesse me apoiando, meu Deus do céu, seria uma bagunça, mas ó, eu vou pra escola de manhã ai meio dia minha vó me pega e me leva pro SBT ai eu chego em casa estudo o texto com minha mãe quando é dia de prova eu estudo junto com ela, as vezes eu estudo até estudo lá no SBT, ai eu durmo e vai repetindo repetindo repetindo tudo isso de novo, mas nos finais de semana eu tenho brinco na rua que na minha rua é sem saída tem várias meninas que a gente fica brincando de descer a ladeira é muito legal. Eu não estou no momento não estou fazendo shows mas eu pretendo, lógico que eu pretende fazer vários shows

Deixe um recado para as meninas que ainda se sentem inseguras por serem diferentes.

R: Sério, eu até hoje não sei o que é ser diferente eu só sei que as pessoas precisam se amar, respeitar o próximo e serem felizes, simples.

Comments

Comentários