Vale do Dendê quer diminuir apartheid baiano por meio do empreendedorismo

0
289
Os diretores do Vale do Dendê: Helio Santos, Ítala Herta, Paulo Rogério Nunes e Rosenildo Ferreira - Fotos: Vale do Dendê/Ulisses Dumas

Salvador é uma cidade que emana energia, criatividade, potência, mas apesar da capital baiana, ser a maior nação negra fora da África, a concentração de renda e oportunidade de negócio está com a minoria branca. (como em quase todo o país).

Um bom sinal dos novos tempo são iniciativas encabeçadas por afro-brasileiros empoderados que usam sua influência para contribuir com o crescimento da sua comunidade. O projeto Vale do Dendê, além desse nome inspirador, é formado por um grupo muito competente, 100% negro, com trânsito internacional e muita vontade de fazer a diferença na vida de jovens afro-brasileiros de Salvador.

Formado pelo publicitário Paulo Rogério Nunes (aquele que se encontrou com Obama mais de uma vez),  o Prof. Dr. Hélio Santos, a relações públicas Ítala Herta e o jornalista Rosenildo Ferreira, o Vale está com um ciclo de aceleração que irá selecionar até 30 empreendimentos da área de economia criativa e digital. As inscrições vão até o dia 15 de janeiro.

“A aceleradora é o nosso primeiro negócio em que nós vamos ser os líderes, mas nós vamos fazer outros tantos negócios onde seremos sócios, ou então cederemos essa ideia, esse plano de negócios, para que outros o façam, porque nossa ideia é atuar na economia criativa de forma colaborativa”, explicou Rosenildo durante o lançamento do Edital de aceleração em novembro, em entrevista ao Correio Nagô.

De acordo com o edital, os selecionados passarão por um processo de aceleração e consultoria (durante 6 meses) visando prepará-los para o recebimento de investimentos pelo mercado financeiro, poder público e agências de cooperação internacional. Podem participar pessoas que têm negócio registrado, com CNPJ (podendo ser Micro Empreendedor Individual) e têm suas empresa registrada em Salvador.

Todos os detalhes sobre a Vale do Dendê e o programa de aceleração estão disponíveis no site projeto. http://www.valedodende.org/

 

Comments

comments