Única revista do Teatro Negro publicada no país, “Legítima Defesa”, ganha nova edição

0
377
Capa da "Legítima Defesa - Uma Revista de Teatro Negro - Nº 3 – Foto: Isabela Borghese

Após um hiato de cinco anos, a terceira edição da “Legítima Defesa – Uma Revista de Teatro Negro” é lançada. Além de sua versão impressa – que será distribuída de maneira escalonada por conta da pandemia da covid19 – a Revista já está disponível em ambiente digital, de forma gratuita no nosso site. A última edição da revista havia sido publicada em 2016.

A publicação conta com uma matéria  de intercâmbio com a África do Sul, escrita por Napo Masheane, poeta e dramaturga. A artista multilíngue nos convida a conhecer o teatro sulafricano feito por mulheres, discutindo as complexidades deste teatro e nos apresentando uma cena contemporânea construída a partir de literaturas orais e das teatralidades das culturas locais.

“O Teatro Africano faz parte da nossa identidade, espiritualidade e modo de vida. É uma forma de arte que se sintetizou por meio da recitação, ritmo e dança, vocalizações e música, contação de histórias e cerimônias tradicionais. Todos esses elementos carregam a teatralidade de nossa existência. E é justamente por esse motivo que devemos encontrar significado e definições de elementos do Teatro Africano a partir de várias expressões africanas plantadas em sua linguagem repetitiva, os batuques ritmados dos tambores”, escreveu Napo Masheane. 

Inserida no projeto “De Mãos Dadas: Afetos Políticos, Contornos Poéticos”, viabilizado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, o conteúdo da revista é distribuído em 12 editorias, com textos sobre.

Para marcar o lançamento deste terceiro número, três encontros proporcionam uma aproximação dos temas abordados nesta publicação. Além das mesas e conversas, durante os três dias, a revista trará “Pílulas Poéticas” com a multiartista Aretha Sadick, as mesas serão compostas e com temas por:

Memória e Ativismo – Celebrando Chica Xavier, Ruth de Souza e Zenaide Zen Terça-feira, 27/04/21, às 20h

Em tempos de apagamentos históricos, a mesa propõe a celebração de grandes artistas negras. Um encontro de gerações para refletir e conhecer as trajetórias destas mulheres que influenciaram e abriram caminhos nas artes cênicas.

Mediação: Sidney Santiago Kuanza

Convidados: Léa Garcia (RJ), Cyda Moreno (RJ) e Filó Filho (RJ)

Pílula Poética: Aretha Sadick

Teatro Negro Infantil

Quarta-feira, 28/04/21, às 20h

Encontro com artistas de diferentes regiões do Brasil, para reflexão sobre os caminhos do teatro negro infantil, que vem ganhando força e representatividade no cenário cultural. 

Mediação: Lucelia Sergio

Convidades: Cássia Valle (BA), Michelle Sá (MG), Ícaro Rodrigues (SP)

Pílula Poética: Aretha Sadick

Panorama Artes Negras Brasileiras

Quinta-feira, 29/04/21, às 20h

Apresentando alguns dos temas discutidos no terceiro número da Revista Legítima Defesa,  passando pelos desafios das experiências digitais,  o bate papo com três dos colaboradores da publicaçãovai traçar um panorama das experiências e expectativas das artes negras neste início de século. 

Mediação: Nabor Jr.

Convidades: Elizandra Souza (SP), Altemar Di Monteiro (CE) e Denilson Tourinho (MG)

Pílula Poética: Aretha Sadick

As mesas serão transmitidas pelo Youtube da unidade –https://www.youtube.com/user/sescpompeia, de terça a quinta-feira, sempre às 20h. O evento é gratuito e livre para todas as idades.

“Se por um lado as perspectivas que se apresentam ainda são nebulosas, especialmente para o povo preto e periférico, por outro, aqui estamos novamente para nos reaproximarmos, por meio dessa publicação edificada pelo afeto, diante deste penoso distanciamento social que nos afeta”, destaca Nabor Jr., Editor da Revista Legítima Defesa.

Comments