Teff é um grão ancestral africano altamente nutritivo

0
Teff é um grão ancestral africano altamente nutritivo
Imagem: Teff

A farinha de teff é feita a partir do grão teff, um superalimento que tem sua origem na Etiópia, país da porção oriental do continente africano. Muito consumida em seu país de origem, ela também vem ganhando popularidade no restante do mundo, inclusive no Brasil.

O teff é um grão ancestral altamente nutritivo, de sabor levemente adocicado, repleto de propriedades excelentes e livre de glúten. Os grãos ancestrais são cereais plantados e colhidos da mesma forma há milhares de anos. Assim, é uma opção apropriada para celíacos. Por isso, a farinha de teff é igualmente nutritiva, além de ser versátil – pode ser usada de diversas maneiras.
Benefícios da farinha de teff

Previne a anemia
Rico em ferro, o grão teff é excelente para quem sofre de anemia ou para quem quer prevenir a condição. Basicamente, a anemia é resultado da falta de glóbulos vermelhos ou glóbulos vermelhos disfuncionais no corpo, o que causa a redução do fluxo de oxigênio para os órgãos. A deficiência de glóbulos vermelhos é decorrente da deficiência de ferro. Portanto, ao adicionar a farinha de teff à alimentação, essa deficiência pode ser prevenida.

Ajuda no ganho de massa magra 
Além do ferro, o grão contém proteína vegetal. Por isso, seu consumo é recomendado para quem não ingere proteínas de origem animal. Ainda, também é uma excelente adição à dieta de quem pretende ganhar massa magra, ou seja, para quem almeja a hipertrofia.

Fortalece os ossos
Em geral, grãos ancestrais são ricos em cálcio, essencial para a saúde dos ossos. Em comparação à quinoa, farro e espelta – outros grãos ancestrais, teff é o mais rico no mineral. Por isso, o consumo da farinha de teff está relacionada ao fortalecimento ósseo e é indicada para prevenir a osteoporose.

Combate a constipação
Além dos minerais que o compõem, também conta com uma enorme quantidade de fibras em sua composição. Por isso, promove o melhor funcionamento intestinal e, consequentemente, previne e combate a constipação (prisão de ventre), o que também ajuda na perda de peso e fim da sensação de inchaço estomacal. Suas fibras também ajudam no controle do nível de açúcar no sangue, o que reduz o risco de diabetes tipo 2.

Imagem: Injera

Tabela nutricional da farinha de teff (100g)

• Calorias: 366
• Proteínas: 12.2 gramas
• Gorduras: 3.7 gramas
• Carboidratos: 71 gramas
• Fibras: 12.2 gramas

Como utilizar a farinha de teff
A farinha de teff é muito versátil e pode ser usada em receitas (sem glúten) de pães, bolos, cremes, caldos e sopas.

Injera é o pão etíope, feito com teff e resultado de fermentação natural, famoso em Etiópia e no mundo!

Para a comida etíope, comer com as mãos é uma obrigação, sem dúvidas. Todos comem juntos, como uma família. Você pode pegar um pedaço de pão e enrolá-lo bem para que o molho não derrame, e assim oferecer a pessoa ao seu lado. Isso é chamado gursha, um ato de intimidade que aproveita o poder do toque e da comida.

Injera é um pão achatado, gigante produzido a partir do Teff, grão típico da região e sua fermentação é natural, normalmente feita à base de vegetais. Injera acompanha praticamente todas as refeições etíopes, sendo usado como base para forrar o prato. Sobre ele então são servidos os acompanhamentos, como molhos, carnes, grãos, verduras e legumes.

Devido à fermentação natural, as injeras são úmidas e fofas e são colocadas sobre um prato onde se serve o wot ou outra comida da culinária da Etiópia.

A forma de comer é também especial: o prato pode ser individual ou servir várias pessoas, que vão tirando pedaços da injera e, com esse pedaço, agarram uma porção de comida para levarem à boca.

Imagem: Injera

Para preparar você vai precisar:

1 e ½ xícaras de farinha de Teff
1 colher de sopa de óleo de coco (para untar)
¼ colher de sal rosa do Himalaia fino
2 xícaras de água filtrada
½ colher de chá de fermento em pó

Coloque a farinha de teff com a água em um recipiente e mexa bem. Adicione o fermento delicadamente. Unte com um fio de óleo de coco  uma frigideira e aqueça um pouco.

Despeje meia xícara da massa do pão e espalhe bem, como se fosse uma panqueca.
Após 2 minutos coloque uma tampa para reter toda a umidade.
Vire para dourar um pouco os dois lados. Pronto! Recheie e se delicie!!!

Receita autoral de Aline Chermoula

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display