Época de festas. Natal, amigo secreto, lembrancinhas. Você tem praticado o Black Money nas suas compras? 

Se somos a maior parte da população, imagine quantos empresários negros ajudaríamos a prosperar se praticássemos o Black Money.

Alan Soares do Movimento Black Money, fala sobre como temos que refletir sobre ao usar nosso dinheiro e que é urgente a necessidade de apoiar nossos pares por meio da forma que adquirimos produtos e serviços.

Imagem de Destaque : Movimento Black Money e Diáspora Black (Instagram)


Iniciando pela reflexão sobre não confiarmos em pessoas pretas como empresárias é importante a seguinte ponderação:

O auto ódio: Crescer ouvindo e lidando com o racismo estrutural, que produz a ideia de que devemos odiar nossa própria imagem tem ligação direta em como iremos lidar com aqueles que se parecem conosco, pois se possuímos problemas de aceitação.

Se nos deparamos com a ideia de que precisamos provar o tempo todo que somos capazes de algo; se, ao aparecermos nos noticiário, estamos majoritariamente nas páginas policiais, e não vemos empresários pretos como exemplos de sucesso, como irei julgar positivamente alguém parecido comigo?
Ao conseguirmos achar a principal razão do problema (a estratégia do ódio implementada pela branquitude), podemos procurar a cura .

O Rodrigo França dirigiu há pouco tempo a peça “O Amor como Revolução”; adaptação do livro de mesmo nome do Pastor Henrique Vieira. A mensagem central da peça é a afirmação do poder renovador do amor, que se traduz em atitudes generosas com o próximo e que pode ser uma força poderosa na construção de uma sociedade mais justa e livre.

Talvez você possa estar em dúvida sobre a relação de amor e black money. Vou responder através de uma pergunta: O que King , Garvey , Malcoml X, Dandara , Assanti, Nina Simone , Biko tinham em comum? Amor. Um amor colossal pelo seu povo. Um amor que os faria dar o que preciso fosse.

Black Money, em síntese, é praticar esse amor – é manifestar paciência com o irmão que produz de forma lenta ou com menor qualidade que uma grande indústria.

É, por acaso, ter que pagar mais caro, auxiliar o produtor a encontrar o ponto ótimo; da mesma forma que iriamos auxiliar nossa mãe, irmã , tio e tias … pois pertencemos à mesma família Africana. Precisamos desenvolver o hábito de nos amar, e praticar black money é uma dessas manifestações.

Comments