Site Mundo Negro é tema de trabalho de conclusão de curso

0
Site Mundo Negro é tema de trabalho de conclusão de curso
Foto: Reprodução.

O Site Mundo Negro, primeiro portal de notícias voltado para a população negra da América Latina, foi tema do trabalho de conclusão de curso “Há espaço para o jornalismo afrocentrado? Uma análise do Site Mundo Negro como símbolo de resistência”, apresentado pela jornalista e colaboradora do portal, Maria Clara Ferreira da Silva.

Motivada pela pouca visibilidade negra no jornalismo, busca por representatividade racial e entender onde estaria a representação dos 56% de pessoas negras do Brasil dentro do jornalismo, Maria Clara analisou a produção jornalísitica do site. “Eu pude observar entendendo o jornalismo afrocentrado como toda uma produção jornalística diferenciada, é a escolha de pautas, o time de redatores 100% negro, o público-alvo, os personagens, a própria narrativa, como é falado”, explica Maria Clara.

Em sua análise, a pesquisadora observou o pioneirismo apresentado pelo portal em sua forma de levar informações sobre a população negra para a população negra no mundo da internet. “O pioneirismo em falar pela primeira vez sobre o negro como protagonista, de fato. É também pioneiro em tratar das notícias sobre negros de uma forma positiva, em trazer novas perspectivas sobre a comunidade negra, entretenimento, arte cultura e também debates”, analisou.

Para a pesquisa, Maria Clara analisou três momentos distintos do portal. Primeiro o ano de 2011, primeiras publicações do site no endereço eletrônico atual; depois em 2018, com uma maior diversidade de conteúdo, pluralidade de narrativas e, finalmente, o ano de 2022. Apesar da crescente melhora de qualidade, para a pesquisadora ainda falta uma ampla visibilidade da população em geral.

Além da análise das publicações, a pesquisadora teve a oportunidade de entrevistar a fundadora e editora-chefe do site Silvia Nascimento, para entender os funcionamento e a história por trás da criação do Mundo Negro. A banca de defesa contou com a participação da jornalista Luciana Barreto.

Nas redes sociais, a jornalista comemorou a conquista. “Como é apaixonante comunicar. E poder concluir esse ciclo defendendo algo que acredito foi uma dádiva!”, disse ela.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display