Regime semiaberto e multa:  justiça condena responsáveis pelos ataques à Maju Coutinho

0
2442
Crédito: Rede Globo

“Ao atacar figura pública emblemática, os réus visavam – e de alguma forma obtiveram – ampla repercussão de suas mensagens segregacionistas.” Esse é um trecho da sentença assinada pelo juiz Eduardo Pereira dos Santos Júnior, da 5ª Vara Criminal da Comarca da Capital de São Paulo referente aos responsáveis aos ataques racistas sofridos pela jornalista Maju Coutinho .

Nessa segunda-feira, 9 de março , a justiça de São Paulo condenou Erico Monteiro dos Santos e Rogério Wagner Castor Sales a penas que variam de cinco a seis anos de prisão em regime semiaberto e aplicação de multa por racismo e injúria racial.

Os dois homens usaram perfis falsos para praticar racismo em páginas nas redes sociais. Por terem recrutados três adolescentes para a ação criminosa, eles também foram condenados por corrupção de menores.

Outros réus envolvidos no caso Kaique Batista e Luis Carlos Felix de Araújo foram absolvidos por falta de provas.

O caso de Maju aconteceu em 2015 , mas só em 2016  os quatro réus foram denunciados pelo Ministério Público de São Paulo. Eles ainda podem recorrer em liberdade.

Comments