Rede de Terreiros de Pernambuco processa pastor por vídeo racista

0
Rede de Terreiros de Pernambuco processa pastor por vídeo racista
Painel com imagens de orixás e elementos da natureza foi alvo de ataque racistas. Foto: Reprodução.

Aijalon Berto se referiu a orixás representados em viaduto de Recife como “entidades malignas” e “espíritos das trevas”

A Rede de Articulação da Caminhada dos Terreiros de Pernambuco, liderada pela Iyalorixá Elza de Iemanjá, ingressou, nesta quinta-feira (29), com notificação extrajudicial contra o Facebook exigindo a remoção de um vídeo racista publicado em um perfil do instagram, do pastor evangélico Aijalon Berto.

No vídeo, o pastor comenta pinturas e painéis retratando Orixás no túnel da Abolição, em Recife, se referindo ao espaço como um “portal demoníaco”. O espaço contra com obras dos grafiteiros Adelson Boris, Nathê Ferreira e Emerson Crazy, que pintaram 550 metros nos dois lados do túnel, representando imagens dos orixás e elementos da natureza. “Na verdade, eu preciso revelar para vocês que esse painel é, nada mais nada menos, do que uma reverências a entidades malignas, satânicas, espíritos das trevas”, ataca o pastor.

Segundo Hédio Silva Jr., advogado da Rede e Coordenador-Executivo do Idafro, a narrativa escapa flagrantemente ao proselitismo religioso, degenerando para o discurso de ódio religioso, que induz os receptores a responsabilizarem as religiões afro-brasileiras por todos os males e mazelas individuais e sociais.”

Além da notificação para o Facebook, o advogado ingressará com representação criminal contra o pastor por crime de racismo religioso.  

HISTÓRICO – Aijalon responde a outras acusações de intolerância religiosa, racismo e transfobia. Uma delas contra a coordenadora cultural das religiões de matrizes africanas e indígenas, na Prefeitura de Igarassu, região metropolitana do Recife. Outro caso recente envolvendo o pastor é o do ator e dançarino Joel Carlos Francisco, de 42 anos, que foi chamado de “feiticeiro” por Aijalon ao comentar um vídeo institucional que pedia precaução durante o carnaval por causa da pandemia.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display