Primeira edição de “Dona Ruth – Festival de Teatro Negro de São Paulo” acontece na Zona Sul

0
304

A unidade do Sesc Interlagos recebe a primeira edição do Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo, do dia 19 de outubro a 3 de novembro. O festival é idealizado por Ellen de Paula e Gabriel Cândido, da Aquariane Produções Artístico Culturais, e homenageia a atriz Ruth de Souza com um gesto afetivo de nomear o evento de Dona Ruth, na sutileza, na potência e com o respeito devido a umas das maiores atrizes do teatro, cinema e teledramaturgia do Brasil.

Serão mais de 20 atrações entre Espetáculos de Teatro, Leituras Encenadas, Leitura Dramática, Performances, Contação de Histórias, Intervenção Artística, Show, Giras de Conversa, Quilombo Artístico e Ato Femenagem a atriz Ruth de Souza. O Festival vem para demonstrar o seu potencial e se tornar uma ação permanente na agenda cultural paulistana.

Peço licença à dona Ruth e a enalteço como mulher preta, artista e ancestral com profundo agradecimento por sua existência que muito me ensina sobre ser e persistir em ser. É bonito e potente poder fazer parte da criação e realização de Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo que vejo como um ato-movimento que vibra na mesma intensidade com que há muito se move o Teatro Negro no Brasil. Percebo que no cruzo entre estéticas e poéticas do fazer teatral negro contemporâneo persiste o gesto que escreve na história do agora um grito de revolta cheio de fúria e poesia pelo direito à vida e a liberdade dos corpos contra os quais as radicalizações violentas sempre se intensificam. Para mim, Dona Ruth – a mulher negra ancestral e o Festival de Teatro Negro de São Paulo – é a continuidade e a expansão da escritura desse grito”, conta a idealizadora do Festival, Ellen de Paula.

É importante o reconhecimento de Ruth de Souza, mulher negra e artista, símbolo de luta, resistência, criação e abertura de caminhos nas artes da cena para todas as artistas negras e todos os artistas negros que são a sua continuidade.

Em uma das ações em femenagem à Ruth de Souza, as Capulanas Cia de Arte Negra, Clarianas e Zona Agbara – grupos artísticos compostos por mulheres negras da zona sul de São Paulo realizam uma residência artística intitulada por Quilombo Artístico – Femenagem a Ruth de Souza. Neste Quilombo, as artistas partem de seus territórios de pesquisa-criação para dialogar com a vida e a obra de Ruth de Souza, tecendo poeticamente um Ato em Femenagem à grande atriz, que será apresentado publicamente no dia 03/11, no encerramento do festival.

Primeiro é uma alegria impossível de medir ser continuidade da dona Ruth, e poder aprender com algumas de suas principais heranças: as ancestrais estratégias de criar e re-existir sempre. Considero Dona Ruth: Festival de Teatro de São Paulo um ato cheio de beleza e expressividade artística pela vida e pela liberdade. Diante de um contexto onde todas as violências físicas-psicológicas-simbólicas estão mais acirradas, sobretudo para população preta, este Festival de Teatro Negro é inevitavelmente espada contra a barbárie, e faz parte de um movimento que não pode mais ser parado. Que seja a primeira de muitas edições”, destaca o idealizador do Festival, Gabriel Cândido.

O Sesc Interlagos fica na Avenida Manuel Alves Soares, n° 1100, Parque Colonial. A entrada é gratuita.

Comments

Comentários