“Pardo ou preto?” Sexta Black trouxe Pastor Henrique Vieira em debate sobre o que é ser ‘pardo’

0
988
Pastor Henrique Vieira

A “Sexta Black” dessa sexta-feira (11), apresentado pela jornalista e empresária Luana Génot, trouxe um debate com o Pastor Henrique Vieira e Frei David sobre “O que é ser pardo”.

Sexta black é um projeto do GNT com conversas sobre questões de cor, pertencimento, trajetória e raça. Com direção de Shirlene Paixão e Jorge Espírito Santo, o programa vai ao ar todas as sextas às 12h, no YouTube do GNT.

“Eu entendo que essa é uma descoberta na minha vida. Não foi fácil. Os códigos da sociedade não me deram isso. Eu tenho uma mãe branca e um pai negro de pele retinta. Diante do imaginário da sociedade eu sempre – especialmente na minha infância – quis me identificar mais com a minha mãe, fisicamente, do que com meu pai”, comentou o pastor.

“É uma descoberta ser negro. Compreendendo que no Brasil, quanto mais retinta a cor da pele, maior a incidência da violência do racismo. Eu me declaro negro, de pele não retinta. E isso para mim foi uma conquista”, finaliza ele, referindo-se ao nome ‘pardo’.

Já o frei David, em um dos seus complementos sobre o assunto, falou que  “O termo pardo é uma invenção do IBGE. Não é uma invenção da comunidade afrobrasileira. Nós até aceitamos, desde que ao colocar ‘preto’ e ‘pardo’, se conclua em todos os textos dizendo que a soma de ‘pretos’ e ‘pardos’ dá negro”. 

A conversa ficou salva no youtube da GNT com o tema “Pardo ou preto? Colorismo, limbo racial e religião com Pastor Henrique e Luana Génot | Sexta Black”.

Comments