Pandemia e autocuidado: Você usa batom e perfume em casa?

0
432
Foto: Joddie

Quase um ano e meio dentro de casa, e as brasileiras, grupo das mulheres vaidosas do planeta, tiveram que rever sua relação com beleza, levando-se em conta que a maioria de nós se arruma para sair e para ser vista.

Uma pesquisa da Avon com a consultoria Grimpa pesquisou mais de 1.000 mulheres de várias regiões do Brasil para entender sua nova relação com a beleza e autocuidado em um dos momentos mais difíceis da história por conta da COVID-19.

Assim que o isolamento social começou, sobrou tempo para o autocuidado e a pesquisa mostra que 80% das entrevistadas. disseram que produtos de beleza foram aliados em tempos de pandemia e isolamento social para aumentar a sensação de bem-estar em alguns momentos do cotidiano.

O fato de não podermos ir aos salões e manter a rotina de beleza fora de casa, fez com que muitas mulheres olhassem com mais generosidade para sua beleza real. Pelas redes sociais, vimos muitas celebridades abrindo mão da coloração e abraçando os fios brancos dos cabelos, por exemplo. O bem estar e a saúde falaram mais alto do que a beleza externa de acordo com o estudo, que apontou que 69% das entrevistadas colocaram a saúde em primeiro lugar.

E a nossa relação com a maquiagem? O Estudo mostrou a ligação do nosso uso da maquiagem com o nosso bom humo, sendo fundamental para 80% se sentirem bem com elas mesmas. Os produtos de maquiagem foram aplicados de uma a duas vezes por semana em média, tanto em compromissos presenciais (32%) quanto online (22%), mas também para a mulher se sentir mais bonita (23%) ou para melhorar dias em que ela se sentia desanimada (17%).  Desse grupo de mulheres, 33% focaram mais na maquiagem dos olhos e 21% trocaram o batom pelos produtos de hidratação dos lábios.

Ficar cheirosa é algo que dá um tremendo bem estar mesmo quando estamos sozinhas. Dados da pesquisa mostraram que além de afastar a sensação de isolamento o perfume, para 46% das respondentes, nos transporta para outros lugares ou fazem lembrar de momentos felizes.

E você, como lidou com a vaidade durante esse longo tempo de distanciamento social?

Comments