Oscar 2021: Chadwick Boseman e outros artistas e produções pretas recebem indicações

0
1650
Foto: Reprodução

Após a noite da premiação mais importante da música, recebemos os nomes dos indicados a premiação mais importante do cinema. A lista dos indicados ao Oscar 2021 já está disponível, obras e artistas pretos estão presentes em peso.

A cerimônia está marcada para o dia 25 de abril e ocorrerá presencialmente com transmissões ao vivo ao redor do mundo. Com a pandemia, algumas regras foram flexibilizadas, neste ano filmes que foram transmitidos somente pela internet puderam ser indicados.

Veja, abaixo, os indicados ao Oscar 2021

Melhor filme

  • “Meu pai”
  • ‘”Judas e o messias negro”
  • “Mank”
  • “Minari”
  • “Nomadland”
  • “Bela vingança”
  • “O som do silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Na categoria “Melhor Filme”, “Judas e o messias negro” recebe uma merecida indicação. O filme que conta a história de William O’Neal (Lakeith Stanfield) que se infiltra no partido dos Panteras Negras de Chicago liderado por Fred Hampton (Daniel Kaluuya) para colher informações do ativista e entregá-lo para o FBI. O longa é o primeiro da história a entrar na categoria em que todos os produtores são negros. São eles Ryan Coogler, Charles D King e Shaka King. Um filmão!!

Melhor atriz

  • Viola Davis – “A voz suprema do blues”
  • Andra Day – “Estados Unidos Vs Billie Holiday”
  • Vanessa Kirby – “Pieces of a woman”
  • Frances McDormand – “Nomadland”
  • Carey Mulligan – “Bela vingança”

Em melhor atriz, felicidade dupla: A primeira por Viola Davis, que interpreta a cantora Ma’Rainey, no filme “A Voz Suprema Do Blues”, fazer história se tornando a atriz negra com maior numero de nomeações à categoria de melhor atriz, com duas indicações e também a atriz negra com maior número de indicações nos 93 anos da cerimônia: 4 no total. Andra Day também vem fazendo bonito nas premiações com sua Billie Holiday em “Os Estados Unidos vs. Billie Holiday”.

Melhor ator

  • Riz Ahmed – “O som do silêncio”
  • Chadwick Boseman – “A voz suprema do blues”
  • Anthony Hopkins – “Meu pai”
  • Gary Oldman – “Mank”
  • Steve Yeun – “Minari”

Assim como no Globo de Ouro, Chadwick Boseman conseguiu uma indicação póstuma pelo Levee de “A Voz Suprema Do Blues”, aqui no Oscar como Melhor Ator. O trompetista nos arrancou lágrimas dentro do filme e fora dele esperamos que ele tenha o reconhecimento merecido pela academia também, porém Delroy Lindo tá fazendo falta na categoria pelo seu papel em “Destacamento Blood”.

Melhor direção

  • Thomas Vinterberg – “Druk – Mais uma rodada”
  • David Fincher – “Mank”
  • Lee Isaac Chung – “Minari”
  • Chloé Zhao – “Nomadland”
  • Emerald Fennell – “Bela vingança”

Aqui, uma única pergunta: CADÊ A REGINA KING POR “UMA NOITE EM MIAMI”, HEIN OSCAR???

Melhor atriz coadjuvante

  • Maria Bakalova – “Borat: fita de cinema seguinte”
  • Glenn Close – “Era uma vez um sonho”
  • Olivia Colman – “Meu pai”
  • Amanda Seyfried – “Mank”
  • Yuh-Jung Youn – “Minari”

Melhor ator coadjuvante

  • Sacha Baron Cohen – “Os 7 de Chicago”
  • Daniel Kaluuya – “Judas e o messias negro”
  • Leslie Odom Jr. – “Uma noite em Miami”
  • Paul Raci – “O som do silêncio”
  • Lakeith Stanfield – ‘Judas e o messias negro”

Nesta categoria, temos muitas considerações: Se Daniel Kaluuya e Lakeith Steinfield são coadjuvantes em “Judas e o Messias Negro”, quem é o protagonista do filme? Rsrs. Brincadeiras a parte, por mais que seja real, o protagonista do filme é o Lakeith, o que significa que era pra estar em “Melhor Ator” e isso se prova por vários motivos, entre eles é o tempo de tela dele no filme e a distribuidora tê-lo vendido como protagonista. Leslie Odom Jr, também está incrível em “Um Noite Em Miami”, no qual ele interpreta Sam Cooke, foi uma surpresa boa, mas tenho uma outra surpresa desse ator pra contar, mas só pra quem continuar lendo.

Melhor filme internacional

  • “Druk – Mais uma rodada” (Dinamarca)
  • “Shaonian de ni” (Hong Kong)
  • “Collective” (Romênia)
  • “The man who sold his skin” (Tunísia)
  • “Quo vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)

Melhor roteiro adaptado

  • “Borat: fita de cinema seguinte”
  • “Meu pai”
  • “Nomadland”
  • “Uma noite em Miami”
  • “O tigre branco”

Temos pretos aqui também. Na categoria, o roteirista Kemp Powers concorre por “Uma Noite Em Miami”. Uma curiosidade é que ele também ajudou a escrever a animação “Soul”.

Melhor roteiro original

  • “Judas e o Messias negro”
  • “Minari”
  • “Bela vingança”
  • “O som do silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor figurino

  • “Emma”
  • “A voz suprema do blues”
  • “Mank”
  • “Mulan”
  • “Pinóquio”

Melhor trilha sonora

  • ” Destacamento blood”
  • “Mank”
  • “Minari”
  • “Relatos do mundo”
  • “Soul”

“Destacamento Blood” foi lembrado na categoria “Melhor Trilha Sonora” pelas músicas de Terence Blanchard e “Soul” também não podia faltar com as músicas do talentosíssimo cantor e compositor Jon Batiste, que se juntou a Trent Reznor, Atticus Ross para trazer essa trilha incrível.

Melhor animação

  • “Dois irmãos: Uma jornada fantástica”
  • “A caminho da lua”
  • “Shaun, o Carneiro: O Filme – A fazenda contra-ataca”
  • “Soul”
  • “Wolfwalkers”

Olha “Soul” aí de novo. Se a animação levar esse Oscar, a Pixar terá o seu 11º na prateleira, mas só com as indicações, “soul” tornou-se a animação com maior número de indicações, desde “Toy Story 3” (2010).

Melhor curta de animação

  • “Burrow”
  • “Genius Loci”
  • “If anything happens I love you”
  • “Opera”
  • “Yes people”

Melhor curta-metragem em live action

  • “Feeling through”
  • “The letter room'”
  • “The present”
  • ‘”wo distant strangers”
  • “White Eye”

Melhor documentário

  • “Collective”
  • “Crip camp”
  • “The mole agent”
  • “My octopus teacher”
  • “Time”

Melhor documentário de curta-metragem

  • “Collete”
  • “A concerto is a conversation”
  • “Do not split”
  • “Hunger ward”
  • “A love song for Natasha”

Melhor som

  • “Greyhound: Na mira do inimigo”
  • “Mank”
  • “Relatos do mundo”
  • “Soul”
  • “O som do silêncio”

Canção original

  • “Fight for you” – “Judas e o messias negro”
  • ‘Hear my voice’ – “Os 7 de Chicago”
  • “Husa’vik” – “Festival Eurovision da Canção: A saga de Sigrit e Lars”
  • “Io sì” – Rosa e Momo”
  • “Speak now” – “Uma noite em Miami”

Lembra que eu falei da surpresa do Leslie Odom Jr. O ator é o intérprete da canção “Speak Now” de “Uma noite em Miami”. Será que teremos performance? A recém Grammy Winner H.E.R. e sua emocionante “Fight For You” também aparecem na lista.

Maquiagem e cabelo

  • “Emma”
  • “Era uma vez um sonho”
  • “A voz suprema do blues”
  • “Mank”
  • “Pinóquio”

Efeitos visuais

  • “Problemas monstruosos”
  • “O céu da meia-noite”
  • “Mulan”
  • “O grande Ivan”
  • “Tenet”

Melhor fotografia

  • “Judas e o messias negro”
  • “Mank”
  • “Relatos do mundo”
  • “Nomadland”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor edição

  • “Meu pai”
  • “Nomadland”
  • “Bela vingança”
  • “O som do silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor design de produção

  • “Meu pai”
  • “A voz suprema do blues”
  • “Mank”
  • “Relatos do mundo”
  • “Tenet”

“Tenet” aparece na lista do Oscar aqui e em “Melhor efeito visual”. O longa de Christopher Nolan, protagonizado pelo John David Washington (Malcolm & Marie) com áres de megaprodução foi lembrado na categoria “Melhor Design de produção”.

Comments