“Netflix Afro”: Afrostream tem programação 100% black

0
1521

Da redação – Você se lembra do  projeto TV da Gente do Netinho de Paula, um canal de programação para negros feito por negros, que infelizmente não foi para frente? Então, uma empresa francesa conseguiu emplacar a mesma ideia, num projeto chamado Afrostream que muitos têm chamado de NetFlix Afro.

O Afrostream é um serviço de streaming com foco em filmes protagonizados por atores negros. Ele é tocado por uma startup francesa que assinou acordo com os principais estúdios de Hollywood, além de distribuidores independentes americanos, africanos e britânicos.

Muitas das produções presentes no Afrostream já constam em serviços como Netflix, mas haverá também uma grande quantidade de material que não se encontra com facilidade – principalmente os de origem africana.

“Mesmo quando você procura no Popcorn Time ou em sites de BitTorrent, [percebe que] falta conteúdo afro-americano”, disse o CEO da empresa, Tonjé Bakang, em entrevista aoTechCrunch. “E quando você encontra um filme, não há legendas”, completou.

Em setembro, quando o Afrostream for lançado, ele será disponibilizado primeiro na França, Bélgica, Suíça, Senegal e Costa do Marfim, mas Bakang diz que há acordos fechados para levar a novidade a “muitos outros” países africanos – aliás, como o português é o terceiro idioma mais falado no continente, dá para pensar na possibilidade de a novidade chegar ao Brasil; já tem até filme daqui na plataforma:

A mensalidade custará apenas € 7 e pelo menos 2 mil pessoas já assinaram o serviço mesmo com tantos meses de antecedência, garantindo um bom caixa para a startup em questão de semanas. A Afrostream também fechou acordo com uma locadora virtual, a MyTF1 VOD, para disponibilizar parte do catálogo enquanto não estreia. Em apenas cinco meses, seu canal no serviço já foi responsável pela locação de 200 mil filmes.

Com informações do site TechChrunch e Olhar Digital

Comments

Comentários