Lançamento do catálogo da exposição “Mãe Preta” terá oficina de cordel e escrita com Jarid Arraes

0
747

A temporada da exposição “Mãe Preta“, das artistas visuais Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa, ganha tarde com atividades especiais na Funarte SP no dia 24, com encerramento previsto para o dia 27 de novembro.

Integrando a Semana da Consciência Negra,  no dia 24, às 18h30, será lançado o catálogo da pesquisa e exposição, uma publicação de 104 páginas com imagens dos trabalhos, registros da itinerância (RJ, MG e SP), ensaios das artistas e de seis colaboradores: Lilia Moritz Schwarcz, Martina Ahlert, Qiana Mestrich, Temi Odumosu, Alex Castro e Júlio César Medeiros da Silva Pereira.


Antes do lançamento, às 15h, a poetisa e cordelista cearense Jarid Arraes, autora da coletânea “Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis” (Pólem Livros/2017) irá ministrar uma oficina gratuita de cordel e escrita livre. A obra de Jarid inspirou um dos trabalhos apresentados na exposição Mãe Preta, o Mural das Heroínas Negras.

Dentre centenas de heroínas negras, 22 foram escolhidas para ter suas histórias contadas no mural, que possui imagens e biografias de Anastácia a Marielle Franco, muitas delas ainda pouco reconhecidas pela história “oficial” brasileira, apesar de terem exercido papel fundamental nas lutas e nas conquistas de direitos não só para as mulheres negras, mas para todas as mulheres brasileiras, e para a população negra em geral.

As senhas serão distribuídas meia hora antes do início da atividade. Lotação: 30 vagas. A Galeria Mario Schenberg fica na Alameda Nothmann, n° 158, Campos Elíseos, São Paulo (SP).

Comments

Comentários