Justiça determina que três nomes voltem para a lista de “Personalidades negras” da Fundação Palmares

0
Justiça determina que três nomes voltem para a lista de “Personalidades negras” da Fundação Palmares
Marina Silva, Madame Satã e Benedita da Silva

A Fundação Cultural Palmares, órgão ligado ao governo federal que tem por atribuição valorizar a produção de negros brasileiros e combater o racismo, retirou no ano passado 27 nomes da lista de personalidades homenageadas.

Uma dessas pessoas foi Madame Satã, que segundo o presidente da fundação, Sérgio Camargo, era um “triplo homicida” e não representava pessoas negras brasileiras, já que, “Os cidadãos pretos do Brasil têm honra e valores. Não lutam por bandidos”, segundo o mesmo.

Nessa terça-feira (16), a justiça determinou que três nomes das 27 personalidades voltassem para a lista, que são elas, a ex-ministra do meio ambiente Marina Silva, a Deputada Federal Benedita da Silva e a própria Madame Satã, que recebeu inúmeras criticas do presidente da Fundação.

A decisão foi tomada pelo juiz federal Diego Câmara que atendeu um pedido do advogado Marivaldo Pereira e da advogada Ana Paula Freitas, da rede liberdade.

A fundação deveria explicar o motivo da retirada desses nomes da lista, mas isso não aconteceu e por isso, será obrigada a restitui-los na e nomeá-los personalidades negras do país, novamente.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display