Jovem negro de 17 anos é chicoteado por seguranças em supermercado de São Paulo

0
583

Recentemente, um vídeo postado na internet causou indignação aos usuários da rede. No vídeo, é possível ver um rapaz negro sendo torturado, pedindo para que os agressores parassem, mesmo assim, continuou sendo chicoteado. A situação ocorreu no fundo do supermercado Ricoy, em São Paulo.

O jovem, de 17 anos, que não teve o nome divulgado, foi identificado e convidado a comparecer ao 80° Distrito Policial, em São Paulo, para prestar depoimento. De acordo com o boletim de ocorrência, a violência aconteceu no mês de julho, sem a vítima saber precisar a data. Ele entrou no mercado, pegou um chocolate e tentou sair sem pagar, quando foi abordado por um segurança de nome “Santos“, que o levou para uma sala aos fundos, onde estava outro segurança chamado “Neto“.

O rapaz foi despido, amordaçado, amarrado e torturado com um chicote de fios elétricos trançados. Ficou no local por cerca de 40 minutos. A policia não divulgou o nome completo dos agressores, que foram afastados pela rede de supermercados. Tortura é crime inafiançável e imprescritível, com pena prevista de 2 a 8 anos de reclusão, com aumento de pena de até um terço se cometido contra criança, adolescente, gestante ou idoso.

Em nota enviada ao DCM, a rede de supermercados manifestou repugnância pelo ocorrido: “A empresa repugna esta atitude e foi com indignação que tomou conhecimento dos fatos por intermédio da reportagem. Que a empresa não coaduna com nenhum tipo de ilegalidade e colaborará com as autoridades competentes envolvidas na apuração do caso, a fim de tomar as providências cabíveis“.

Comments

Comentários