“Isso me choca”, diz Karina Bacchi, criticando reação de Giovanna Ewbank contra ataque racista

0
“Isso me choca”, diz Karina Bacchi, criticando reação de Giovanna Ewbank contra ataque racista
Foto: Reprodução.

A ex-modelo Karina Bacchi criticou a reação de Giovanna Ewbank contra ataque racista sofridos por seus filhos em Portugal, durante entrevista ao podcast Positivamente. Para Karina, a atitude de Giovanna foi errada, assim como o apoio que ela recebeu do público. “Os filhos sofreram preconceito e tal, e ela, para defender os filhos, xingou muito aquela pessoa, cuspiu, bateu. E todo mundo a favor daquela pessoa”, criticou ela, sem citar Ewbank.

“Eu concordo que a gente tem que defender os nossos filhos, mas não acredito que a defesa esteja em cuspir, xingar, bater, agredir. E o povo achando que a pessoa fez pouco”, continuou.

“Daqui a pouco eu olho de lado e levo uma cuspida, porque acharam que olhei com o olhar meio torto. Por quê? Porque está todo mundo achando que cuspir na cara do outro é normal”, mal comparou Karina igualando um caso de racismo contra duas crianças a “olhar torto” para alguém.

O discurso de Karina Bacchi reverberou na internet e é bem ilustrativo de como pessoas brancas percebem casos de racismo, ignorando que é um crime que mata pessoas negras diariamente no Brasil e igualando a um desentendimento trivial.

Em suas palavras durante a entrevista ao podcast, Karina Bacchi tenta naturalizar o racismo e se incomoda com a possibilidade de levar uma cusparada porque sabe que é passível de ser percebida enquanto racista a qualquer momento. Com a repercussão do caso, Pocah, que também já precisou defender a filha de ataques racistas na internet, pontuou: “Ela está falando isso porque nunca vai precisar defender o filho dela de racismo”.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display