Google for Startups anuncia investimento em doze startups de pessoas negras

0
362
Nina Silva e Licinio Januário são criadores do Movimento Black Money e da Wolo TV. Foto: Reprodução.

Wolo TV e Movimento Black Money estão entre as empresas que receberão investimento do Black Founders Fund.

O Google for Startups Brasil anunciou as 12 novas empresas selecionadas para receberem investimentos do Black Founders Fund, fundo destinado a apoiar startups criadas e lideradas por pessoas negras no Brasil. São elas:  Akintec, BancoAfro, Barkus, Clube da Preta, Conta Black, Financier, Fluke, GoPhone, iBench, Mooba, Movimento Black Money e Wolo

Nesta nova leva de empresas apoiadas, as mulheres fundadoras ou em cargo de liderança são maioria. Ao todo, são oito ocupando esses cargos em sete das doze startups selecionadas. Um dos destaques é a iBench, fundada por duas mulheres, e o outro é o Movimento Black Money, criado por Nina Silva, uma das maiores referências no assunto no país.

“Há um ano, comunicamos a primeira leva do Black Founders Fund com o intuito de selar o nosso compromisso em promover um ecossistema cada vez mais diverso e igualitário, endereçando a lacuna racial do mercado de investimentos brasileiro”, comenta André Barrence, Diretor do Google for Startups para América Latina. “É um orgulho inenarrável que essa nova leva traga tamanha representatividade feminina no afroempreendedorismo, ajudando a reforçar e expandir o nosso comprometimento com a diversidade e a igualdade”, complementa o executivo.

Outro ponto importante é que esse novo grupo conta com um número significativo de fintechs e edtechs voltadas para educação financeira. Mesmo com foco primário em atender a comunidade negra, muitas dessas startups oferecem seus serviços para a população em geral. Além disso, o grupo conta com startups atuando com clubes de assinatura, cashback e cupons de desconto, serviços de telefonia móvel e plataforma de streaming com foco em narrativas negras. 

As startups selecionadas para o fundo também receberão créditos em produtos do Google e terão à disposição uma rede de mentores para ajudar nos seus desafios. Além disso, as empresas poderão ser selecionadas para participar dos programas realizados pelo Google for Startups no Brasil.

Os empreendedores que desejam participar do fundo devem estar em busca de uma rodada de investimento seed para financiar o próximo estágio de desenvolvimento e já ter um negócio em operação com base em tecnologia, ou seja, já possuir um produto lançado com usuários e possíveis clientes. É necessário também indicar como planejam usar o dinheiro. As inscrições para o fundo permanecem abertas por meio de um formulário no site da iniciativa

Com esse anúncio, o total de empresas selecionadas para o Black Founders Fund desde o seu lançamento, em setembro de 2020, chega a 29, e mais empresas serão selecionadas até o fim de 2021.

Conheça as startups selecionadas:

Akintec 

Fintech que, através de financiamento aberto, transforma pequenas empresas em áreas de vulnerabilidade em agências bancárias e pessoas em banqueiros pessoais.

Banco Afro

Banco digital que apoia financeiramente a comunidade negra por meio de serviços sociais digitais.

Barkus

Edtech que visa democratizar o acesso à educação financeira, evitando o endividamento e incentivando a população a investir.

Clube da Preta

Plataforma de assinatura mensal que abrange produtos exclusivos produzidos por pequenos empresários.

Conta Black

Comunidade financeira que, através de uma conta digital, visa democratizar o acesso de todos aos serviços bancários.

Financier

Escola de educação empresarial do futuro, cujos produtos estão focados no mercado financeiro, capacitando as pessoas a tomarem melhores decisões para suas vidas. 

Fluke

Operadora móvel 100% digital que oferece transparência e liberdade a seus clientes. 

GoPhone

Plataforma de proteção móvel inteligente, com o objetivo de ser uma empresa completa de serviços móveis em poucos anos.

iBench

Fornecedor de soluções digitais para laboratórios, reunindo mais de 170.000 produtos e dezenas de fornecedores, tornando o processo de compra muito mais eficiente.

Mooba

Plataforma que conecta varejistas offline aos consumidores, incentivando a fidelidade do comprador via cashback. 

Movimento Black Money

Centro de inovação que promove a autonomia digital e a presença de empresários negros, com foco na comunicação, na educação e no desenvolvimento de empresas negras. 

Wolo

Plataforma de streaming dedicada às narrativas negras.

Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.