Érika Hilton propõe CPI do Racismo na Câmara de SP

0
Érika Hilton propõe CPI do Racismo na Câmara de SP
Foto: Reprodução | Instagram

A vereadora Érika Hilton (PSOL) protocolou na Câmara Municipal de São Paulo nesta sexta-feira (13), um requerimento para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar violências contra pessoas negras e indígenas na capital paulista, na mesma data que marca os 134 anos da Abolição Escravatura.

A parlamentar já iniciou as articulações dentro da casa legislativa para colher 19 assinaturas necessárias para criação da CPI, para promover uma “ampla investigação” com o objetivo de, posteriormente, “formular ações, políticas públicas e formas de enfrentamento e superação das desigualdades sociais originadas pelo racismo”.

Érika ressalatou no documento apresentado à Câmara que: “A CPI ora proposta, mais do que simplesmente discutir os severos efeitos do racismo na vida da população negra e indígena paulistana, visa empreender iniciativas que atuem para reverter a desigualdade étnico-racial que submete esses sujeitos à marginalização, segregação e subvalorização constantes”.

Hoje, a vereadora aproveitou o 13 de maio para resumir em um vídeo as razões pela qual o movimento negro não comemora a data da Abolição da Escravatura.

Nesta semana, a parlamentar conseguiu uma conquista na Justiça, para que homens trans sejam incluídos no programa de distribuição de absorventes descartáveis e itens de higiene na rede municipal de ensino da capital. Atualmente, Érika é presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de SP, que investiga a violência contra pessoas trans e travestis na capital.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display