Mesmo com muito trabalho e estudo, você não se sente bom o suficiente para merecer as suas conquistas?  Saiba que até o gênio do “This is America”, Donald Glover, também conhecido como Childish Gambino já teve um forte complexo de inferioridade.

O interprete de Simba, na nova versão de O Rei Leão conversou sobre insegurança e Síndrome do Impostor, durante  uma entrevista para o site americano Shadow and Act. A estrela de Atlanta já duvidou de si quando foi convidado para ser roteirista do popular seriado americano 30 Rock.

“Eu acabava de ter começado meu trabalho como roteirista do 30 Rock e era o o único negro e o mais jovem da equipe. E lá tinham pessoas que participaram do Frasier e Friends. Era gente dá pesada”, disse o cantor.

Glover revelou que depois de algumas semanas, eles falou com seu pai sobre sentir que não era bom o suficiente para estar lá. “Meu pai disse ‘Eles sabem o que estão fazendo ou você não estaria lá’“, explicou Glover.

“Você sente um tipo de Síndrome do Impostor às vezes, onde você acha que é tudo sorte, sabe, mas na verdade não é”, diz ele. “Por mais que pareça ser sorte e seja sorte, não é só isso”.

A Síndrome do Impostor atinge muitas pessoas negras que ao avançarem em suas carreiras, são muitas vezes os únicos rostos mais escuros do ambiente. Isso gera uma sensação de inferioridade e questionamento sobre sua real competência para estar naquele naquela posição.

Muitos se sentem uma fraude, como se estivessem lá por outros motivos que não sua própria competência e há pessoas que se auto-sabotam, cometendo falhas para serem “descobertas” como uma farsa. Quem sofre desse síndrome também tem grande dificuldades para aceitar elogios.

Pessoas que se sentem assim, devem conversar sobre o assunto com amigos e familiares e em casos mais graves, onde o desempenho profissional começa a ser prejudicado, uma ajuda terapêutica é essencial.

 

Comments

Comentários