Dirigido por Billy Porter, o filme “E se?” é um romance adolescente LGBTQI+ repleto de representatividade

0
509
Foto: Divulgação

Segundo o THR, o filme será produzido pela Orion Pictures, agora sob a MGM, o ator Billy Porter vencedor do Emmy pela série “Pose”, estreia na direção de um filme de romance adolescente LGBTQIA+.

A produtora de filmes Orion Pictures está sob a liderança de Alana Mayo, e foi relançada com a proposta de levar representatividade para as telas, contar histórias e ampliar vozes de minorias.

“Não poderíamos estar mais animados em trabalhar com Billy Porter em sua estreia como diretor e temos o privilégio de que ele, Alvaro e a equipe de produção por trás deste filme especial nos tenham confiado sua visão para esta bela história de amor contemporânea. E se?  É perfeitamente emblemático das ambições que temos para a nova Orion Pictures: contar histórias sobre a totalidade da experiência humana.” disse Alana Mayo

O ator Billy Porter falou em suas redes sociais sobre a oportunidade de estar á frente do filme que promete contar diversas histórias sobre diferentes tipos de pessoas:

“Estou emocionado por fazer parte deste novo espaço em Hollywood para contar todos os tipos de histórias de todos os tipos de pessoas. Sou grato por estar em uma posição de introduzir algumas dessas histórias no mainstream e estou humilde que pesos pesados ​​como Christine Vachon e Alana Mayo confiaram e me fortaleceram neste momento insano em que todos nos encontramos.”

O filme “E se?” ainda não tem previsão de estreia e nem nomes cotados para o elenco.

Sinopse:

O filme está na linha de “Fora de Série” e “Com Amor, Simon”. Na trama, quando o aluno do último ano do Ensino Médio Khal posta em um site de relacionamentos sobre sua paixão por Kelsa, uma garota trans de sua escola, os internautas o incentivam a ir em frente e correr atrás do seu amor. O filme aborda uma história moderna de amadurecimento, enquanto os dois mergulham em um relacionamento de escola que nenhum dos dois poderia esperar.

Comments