Dia dos Pais: O afroempreendedorismo como forma de fortalecer a figura de pais pretos

0
Dia dos Pais: O afroempreendedorismo como forma de fortalecer a figura de pais pretos

Neste próximo Dia dos Pais é bom lembrarmos que os esforços de um homem negro para ser um bom pai são muito mais complexos do que os compreendidos como da paternidade sob o olhar “padrão”. O insucesso provoca, em muitos casos, uma sensação de culpa e vergonha nos homens negros. Mas os esforços, podem ser uma ferramenta de potencialização familiar e coletiva.⠀

Imagem: Getty Image

⠀ O enfraquecimento da figura paterna e a desorganização da família negra  é uma estratégia potente para a subalternização dos negros. Discutir a masculinidade e a paternidade negra são movimentos importantes para a nossa emancipação, desde o campo das individualidades, passando pelos núcleos familiares, e causando transformações que impactam toda a nossa comunidade.

A manobra do racismo através do bloqueio intencional aos recursos, sejam eles financeiros, educacionais ou afetivos, além de negar possibilidades, promove o estigma de que homens negros não são pais provedores,   capazes de “sustentar” sua família, em termos financeiros, e emocionais. Como forma de destruir essas barreiras, cada vez mais negros tem investido em empreender.

O afroempreendedorismo é uma das ferramentas mais eficientes para o fortalecimento de mães e pais pretos no país. Criar novos postos de trabalhoque faça com que mais pais negros integrem a roda da economia dentro da comunidade é oferecer a oportunidade desse indivíduo ter dignidade e oferecer o mesmo à sua família, colocando-o no protagonismo da economia nacional.

Tanto como consumidor quanto como empreendedor, você tem o poder de deixar o dinheiro por mais tempo em mãos pretas. A forma mais fácil é utilizando serviços do D’Black Bank – O Banco de Negro para Negro. Por meio da utilização da #Pretinha (maquininha de cartão) ou da abertura de contas você estará fazendo com que o Black Money eleve o poder de nossa comunidade.

Se capacitar e/ou dar oportunidade para outros pretos se capacitarem é algo que ajuda a aumentar a qualidade dos produtos e serviços distribuídos, além de passar mais confiança para clientes e comunidade. Isso engloba contratar pessoas negras. O afroempreendedorismo é muito mais sobre pessoas do que sobre empresas. Afinal, são elas que realmente importam. Para fortalecer a presença negra na economia é importante que toda a cadeia produtiva esteja envolvida e isso inclui a força de trabalho. Como empresário, é importante focar no preenchimento das vagas por pessoas pretas, além de investir no desenvolvimento profissional de cada uma delas. Isso proporciona um aumento na renda de famílias negras, que podem gastar o que ganham em empreendimentos de outras pessoas negras.

Como pôde ver, fortalecer o afroempreendedorismo é simples e fácil, apenas requer mudanças em alguns pequenos hábitos e perspectivas. Todos continuam comprando, vendendo e empregando, a diferença é que isso passa a ser feito, intencionalmente, com foco no povo preto. Muitos e-commerce se prepararam para os tempos de exercicio do Black Money, oferecendo produtos e serviços de preto para preto.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display