“Cristinas Cantam Teresa” ressalta a importância de valorizar artistas em vida

0
360
Foto: Lucas Silvestre

Elen Cristina. Lilith Cristina. Thaís Cristina. Tem em comum, não apenas o segundo nome registrado ao nascer, mas também a sensibilidade, o sorriso e a coragem para encarar a vida. Essas características que também encontramos na grande artista, Teresa Cristina, que mostrou aos brasileiros o respiro que a música pode proporcionar em qualquer período da vida, são apresentadas em “Cristinas Cantam Teresa”, um espetáculo cênico musical. Contemplado pelo Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc Nº 39/2020 “Produção e Temporada de Espetáculo de música com apresentação online”, realização do Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, “Cristinas Cantam Teresa” é um espetáculo cênico musical, que acontece de forma online, de 13 a 18/04, sempre às 20h, com transmissões ao vivo no site https://www.youtube.com/ElenCristinaCanal.

Seguidas por bate-papo com as Cristinas, as apresentações trazem temas sensíveis e plurais de extrema importância para o movimento musical negro e feminino, que nasceu da seguinte reflexão: como podemos nos tornar referências de nós mesmas? Teresa Cristina, que é conhecida por seus fãs como TT, dedicou seus últimos álbuns a homenagear grandes nomes da música popular brasileira, e mostrou cotidianamente, durante as madrugadas quarentenísticas, a beleza do extraordinário e a emoção com um encontro por ela inesperado. A singela interpretação tem como proposta agigantar a existência de uma mulher preta de luta, que mostrou como é simples ter dimensões maiores que o normal, além de celebrar e homenagear esta artista em vida.

“Cristinas fez com que eu me reconectasse com São Paulo, minha cidade natal, me fez enxergar beleza onde não imaginei que houvesse, fez com que eu mergulhasse intensamente em Teresa, mulher forte que rege o primeiro trabalho de Cristinas”, contou Elen Cristina.

A importância em celebrar artistas em vida se dá pela tentativa em desconstruir a maneira habitual em nos acostumarmos a homenagear personalidades mortas, até porque, muitas delas só foram reconhecidas como gigantes depois da morte. “ A gente descobre a cada etapa do processo formas diferentes de encarar o fazer artístico, e vem daí a importância de ter como referência a artista Teresa Cristina”, disse a artista Thais Cristina. 

Comments