(Texto: Divulgação)

A escritora, poeta e ensaísta mineira Conceição Evaristo é a homenageada desta edição é a grande homenageada da 6ª Flinksampa .  O evento começa nessa segunda-feira, dia 19, às 9 h, no anfiteatro da Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo..

 Depois da abertura, às 11 h, ela estará no auditório da faculdade, na mesa “Conceição Evaristo e as reflexões sobre o papel da mulher negra e a literatura” , com participação das escritoras Teresa Cárdenas (Cuba), Vera Duarte Pina (Cabo Verde) e  Jurema Oliveira (Brasil).  O jornalista Bolivar Torres, do jornal O Globo, fará a mediação do debate.

Às 14 h, será a vez de Paulo Lins, na mesa “Voz do autor: o que é ser escritor periférico?” ,  também no auditório, com participação do escritor carioca Geovani Martins (“O Sol na Cabeça”) e mediação deUbiratan Brasil (editor do Caderno 2, Estadão).

“Fazer literário: práticas e saberes no mundo da escrita” é o debate que  acontece às 15h30, na Sala 26,  com Renato Noguera (filósofo e escritor carioca), Francisco Maciel (romancista), Antonio Quino (escritor, de Angola) e mediação de Tom Farias, o curador desta edição da Flinksampa.

A homenageada Conceição Evaristo volta à festa literária na terça-feira, dia 20, o Dia da Consciência Negra, para lançar, às 15 h, na tenda Lounge , o livro “Canção Para Ninar Menino Grande”.

Muitos outros lançamentos, entre eles, “Discursos Afirmativos” (Ed. Unipalmares), do reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, José Vicente, “Cachorro Velho / Cartas para Minha Mãe”, da cubana Teresa Cárdenas, Carolina. Uma Biografia”, de Tom Farias, acontecem durante o evento. Bate papo com autores nacionais e internacionais completam a programação, ao longo dos dias 19, 20 e 21.  

As atividades para crianças também estão recheadas de lançamentos, como o do livro “Mente Aberta” do autor infantil Akanni Alves, premiação e exibição de produção de vídeos.

Saiba mais sobre a programação no site www.flinksampa.com.br

Comments

Comentários