Tela Preta : projeto se inspira em canais pretos gringos para trazer mais representatividade

0
854

Se você como eu já está cansado de esperar negros protagonizando programas nas grandes emissoras e acha que passou da hora de termos algo para chamar de nosso, irá amar o projeto Tela Preta.

De acordo com os produtores o projeto quer colocar em pauta” outras lutas e vozes abafadas, abarcando questões como feminismo, gênero e desigualdade social.  Produzir conteúdos socialmente relevantes, esteticamente interessantes e dramaturgicamente envolventes. Por em cena uma ficha técnica composta em sua maioria por negros, criando esse espaço de protagonismo e incentivando outros artistas a fazerem o mesmo”. 

“Estamos buscando um novo formato. Embora nossa primeira plataforma seja o Youtube, nós não iremos parar por aí. Estamos seguindo o exemplo principalmente da galera dos EUA, que tem esse formato de canal de televisão”, explica o ator Licínio Januário, um dos diretores do canal.

Equipe de Tela Preta (Foto: Divulgação)

Januário quer, junto com sua equipe, criar vínculos lá fora e trazer grandes patrocinadores. “Queremos montar uma estrutura de televisão mesmo, como o Porta dos Fundos”, detalha Januário que diz ter na atriz Issa Rae, da série Insecure e canal CoCre.TV.

Outro grande inspirador do projeto é o canal da apresentadora, atriz  e jornalista Oprah Winfrey, que também está atrás de grandes produções do cinema com o Mordomo da Casa Branca e Selma.

O lançamento do canal acontece no Youtube no dia 20 de novembro na plataforma, mas antes disso, os envolvido estão apresentando uma prévia do canal em forma de turnê.  As próximas apresentações serão no Aparelha Luzia (19/11) São Paulo e Ipanema Beach Hostel (20/11) Rio de Janeiro.

Programação digna de horário nobre 

A partir do dia 20, Tela Preta entra no ar com uma programação com muita representatividade e conteúdo feito por e para gente preta. Confira a proposta dos programas.

Passa lá em casa: Segunda feira o casal e também sócios Drayson Menezzes e Orlando Caldeira, e seu cachorro Leopoldo, recebem convidados em sua casa para um bate-papo informal sobre empreendedorismo e autoprodução. O programa mostra o dia a dia de quem tem uma iniciativa própria, revelando um pouco da intimidade dos apresentadores e dos convidados.

Terça Trash: Como o próprio nome já introduz, às terças-feiras a equipe técnica irá expor e comentar, em um clima cômico e divertido, os bastidores e as cenas cortadas de todos os programas.

Rolezinho: Quartas-feiras Mariana Oliveira e Licínio Januário vão atrás de personalidades pretas de relevância para a comunidade preta, e adentram no dia a dia delas para mostrar a família, os amigos, os trabalhos. Eles estarão presentes nas casas dessas personalidades, nos eventos, nos espetáculos, etc. TUDO!

Vem com as pretas: Partindo do centro de São Paulo, às quintas feiras Sol Menezzes e Agatha Fabiano acompanham o dia a dia e processos de criação de modelos, stylists, estilistas, fotógrafos e personalidades da moda que vem se destacando na cena Paulistana. Adentrando os closets e a vida pessoal, o estilo de cada um é que irá ditar o ritmo do programa  

Pipoca Preta: Para animar aqueles que adoram passar o final de semana em casa vendo filme, às sextas feiras Mariana Oliveira e Licínio Januário mapeiam filmes produzidos e dirigidos por negrxs na presença de um ou mais convidados, midiáticos ou não, mas que tenham ligação com as artes cênicas e visuais.  De forma divertida e descontraída, o Pipoca Preta tem como objetivo divulgar esses filmes que não são de conhecimento do público, que apresentam o corpo negro humanizado e junto com os convidados serão levantadas críticas sobre os filmes e uma discussão sobre o cinema preto mundial, passado e presente.

Ficha Técnica

Apresentadores: Mariana Oliveira, Sol Menezzes, Agatha Fabiano, Drayson Menezzes, Licínio Januário e Orlando Caldeira
Direção Geral: Mariana Oliveira, Sol Menezzes e Licínio Januário
Produção: Coletivo Preto, Coletivo Nanã e Príncipes Negros Cultural

Apoio: AfroCriadores, Damião Space, Teatro Faroeste (Amarelinho), Iracema Rosa Filmes, Felipe Fanaia, Rober Dognani, POLEN., Brechó Rua da Saudade, Baobá Brasil, LiRa, Yolo Party e Galo Solto Saias Masculinas

Comments

Comentários