Cara gente branca: pessoas negras não existem somente em novembro

0
Cara gente branca: pessoas negras não existem somente em novembro
(Fonte: nappy.co)

Em 20 de novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra no Brasil. Apenas em 2011 por meio da Lei 12.519 a data foi instituída como o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Mas apesar disso, a celebração não é considerada feriado nacional e muitas cidades e estados brasileiros optam – obviamente – por não aderir ao movimento.

Por conta da data, o mês de novembro é geralmente repleto de atividades, discussões, exposições, feiras e eventos que enaltecem de alguma forma a cultura negra. É o período onde mais vemos pessoas negras nos programas de televisão, em campanhas publicitárias, em revistas, outdoors e principalmente no ambiente digital, nas redes sociais.

É o mês onde influenciadores, criadores de conteúdo, artistas, escritores e jornalistas negros são tirados da caixa e colocados em destaque.

É o mês onde a comunidade negra mais tem atividades culturais, tarefas e oportunidades.

Visto que nos outros 11 meses do ano essa presença negra é quase nula na mídia, podemos dizer com propriedade que existe sim uma apropriação da causa por parte de empresas, marcas, anunciantes, agências de propaganda e da sociedade como um todo.

A dúvida que fica é: esses profissionais negros contratados em grande escala em novembro, não pagam suas contas ou comem nos outros meses do ano?

E mais: A comunidade negra que consome quase 2 trilhões de reais por ano, vai continuar sendo representada na mídia apenas em novembro e em campanhas pensadas exclusivamente por pessoas brancas?

O ano é 2020. O país é o Brasil – a nação com maior quantidade de pessoas negras fora de África no planeta. E a sociedade brasileira ainda não entendeu que pessoas negras existem fora de novembro? Ou entendeu e prefere fingir que não e permanecer calada?

Imagine quase 60% da população nacional, mais de 110 milhões de pessoas boicotando empresas que falam com a gente apenas em novembro. Quantas sobrariam?

Contribua para a mudança desse cenário. Valorize a comunidade negra fora de novembro. Essa é a melhor prática antirracista que existe.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display