Apropriação cultural? “Wakkanda Festival” sem músicos negros acontece em SP

0
Apropriação cultural? “Wakkanda Festival” sem músicos negros acontece em SP

Wakanda. País fictício da Marvel, inacessível ao resto do mundo, 100% negro com os recursos e conhecimentos científicos mais avançados  humanidade.  Terra do Rei T’challa, o Pantera Negra.

No Brasil, mais especificamente na Lapa, bairro de São Paulo, um grupo de artistas usou o nome do país de que Killmonger tentou dominar para fazer um festival de música, mas cometeu alguns “equívocos”.

O Wakkanda Festival é um evento de música eletrônica com uma programação de show com artistas brancos (no feed da página do Instagram deles, não tem um negro).  E o os produtores explicaram quando perguntamos a eles sobre a proposta do evento que acontece no dia 10 de novembro:

“Nossa proposta é um evento de musica eletrônica, beneficente , onde todos tenham os mesmos direitos e igualdades. Queremos nosso público pensando mais no próximo independente de cor raça etc.  Os artistas são a maioria brancos, mas não foi nem por cor, raça, sexo gênero que escolhemos e sim pelo que tínhamos disso dentro do orçamento”.

https://www.instagram.com/p/B27kD_IgP7w/

 

O evento vende camisetas e copos, que parecem mais terem sido inspirados em Bali, do que em algum país Africano.

Brasil, país onde a novela sobre a Bahia (Segundo Sol), não tinha negros, a linha de Orgulho Crespo, não tinha crespa da promoção da marca e a Wakkanda não é negra e nem toca música black.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display