“AfroeducAÇÃO no Cinema” terá sessão especial de cinema negro para crianças

0
31
Bastidores do filme Lápis de cor

(Texto : Divulgação)

No sábado, 16/12, às 11h, o Espaço Itaú de Cinema, do Shopping Frei Caneca, recebe mais uma sessão “AfroeducAÇÃO no Cinema”, em co-realização com o Clube do Professor.

Haverá a exibição de quatro curtas-metragens brasileiros que discutem a identidade negra no Brasil. Serão projetados os documentários “Disque quilombola”, de David Reeks, e “Lápis de cor”, de Larissa Fulana de Tal; além das animações “Imagine uma menina com cabelos de Brasil”, de Alexandre Bersot, e “Salu e o cavalo marinho”, dirigido por Cecília da Fonte.

Após a projeção, haverá debate com o público, com a participação dos realizadores dos filmes, sob a mediação da escritora especializada em literatura negra infanto-juvenil, Heloísa Pires Lima.

Sobre os filmes:

Disque quilombola (Brasil, 2012, 13′)

Dir.: David Reeks

Sinopse: Crianças do Espírito Santo conversam de um jeito divertido sobre como é a vida em uma comunidade quilombola e em um morro na cidade de Vitória. Por meio de uma genuína brincadeira infantil, os dois grupos falam de suas raízes e desvelam o quanto a infância tem mais semelhanças do que diferenças.

Imagine uma menina com cabelos de Brasil (Brasil, 2010, 10′)

Dir.: Alexandre Bersot

Sinopse: O cabelo, a fronteira final. Entre caretas e escovas, as viagens em busca de aceitação.

Lápis de cor (Brasil, 2014, 14′)

Dir.: Larissa Fulana de Tal

Sinopse: O documentário ” Lápis de Cor” aborda a representação racial no universo infantil e a maneira como um determinado padrão de beleza afeta a auto-imagem e auto-estima de crianças negras. Para tratar desta questão, a realizadora proporá a um grupo de 05 crianças, uma dinâmica de produção de desenhos. Através dos desenhos nos quais se autorepresentarão e revelarão o que imaginam ser e a maneira como se vêem.

Salu e o cavalo marinho (Brasil, 2014, 13′)

Dir.: Cecília da Fonte

Sinopse: O filme conta a história de Mestre Salustiano, um dos artistas populares mais famosos do Brasil. Filho do rabequeiro João Salustiano, Salu logo cedo sonha em participar de um grupo de Cavalo Marinho, folguedo típico da região onde mora.

Sobre a sessão AfroeducAÇÃO no Cinema:

A proposta de realização de cineclubes, dentro do projeto AfroeducAÇÃO no Cinema, em parceria com o Clube do Professor e o Espaço Itaú de Cinema, tem como foco proporcionar diálogos com os realizadores dos filmes do chamado Cinema Negro Brasileiro.

As sessões bimestrais “AfroeducAÇÃO no Cinema” tiveram início na cidade de São Paulo, em 2011, motivadas pela necessidade de conhecer e valorizar a cultura e a identidade negras, por meio de uma metodologia transformadora, direcionada, principalmente, a educadores(as) interessados(as) na aplicação da Lei Federal 10.639/03, que torna obrigatório o ensino de História e Cultura Africana e Afrobrasileira na Educação Básica.

Para isso, a AfroeducAÇÃO escolheu a promoção de cineclubes como estratégia, tendo em vista a capacidade de sensibilização e de mobilização do audiovisual. Neste processo de troca de experiências e de conhecimentos, os(as) participantes também são despertados(as) para a possibilidade de trabalhar com as produções exibidas como recursos pedagógicos, conforme os preceitos da educomunicação, a fim de permitir que as vivências dos(as) aprendizes façam parte de suas aprendizagens.

A ideia central é garantir, principalmente, aos educadores participantes dos cineclubes a abordagem de aspectos da história e da cultura dos povos afrodescendentes com conteúdos e aplicabilidade em diversas disciplinas (História, Geografia, Língua Portuguesa, Literatura, Matemática e Ciências), tendo o cinema como motor para leitura crítica do mundo e produção autoral.

 

Confira aqui o vídeo do projeto.

Serviço:

Quando: 16 de dezembro, às 11h (distribuição dos ingressos a partir das 10h30)

Onde: Espaço Itaú de Cinema (Shopping Frei Caneca)

Entrada Gratuita e aberta a pessoas de qualquer idade

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/191608844750341/

 

Mais informações:

Site: www.afroeducacao.com.br

Facebook: www.facebook.com/Afroeducacao

Instagram: https://instagram.com/afroeducacao/

Twitter: https://twitter.com/afroeducacao

YouTube: https://www.youtube.com/user/afroeducacao

Comments

comments