Gabrielle Union “Ser negro rico e famoso não te livra do racismo”

0
57

“Quando LeBron James  subiu em um dos maiores palcos do mundo e no dia seguinte tinha a palavra crioulo pichada no seu muro, o que você diz para as suas crianças? Que não importa o quanto você conquista coisas na vida, você continua sendo só um crioulo? ” . Essa foi a provocação da atriz americana Gabrielle Union, em entrevista ao portal The Root.

Resultado de imagem para gabrielle union family

Durante a o bate-papo a atriz de 45 anos, é bem sincera sobre sobre como funciona o racismo nos EUA. Para ela, muitos acham que celebridades não vivem situações de racismo, machismo ou homofobia.

Union, que sofreu sucessivos abortos, ama ser mãe dos filhos do seu marido o jogador de basquete  Dwyane Wade e a questão racial é sempre assunto entre eles.

“Quando você olha para essas crianças que têm sido criadas acreditando que o caráter das pessoas é o que mais importa, temos que ensinar, que elas não podem agir como seus amiguinhos, que respondem para os professores ou autoridades. Você não tem o luxo de andar nas ruas de lugares badalados, sem estar sempre alerta, porque seus vizinhos podem te matar e não serem responsabilizados, usando a desculpa de que estavam se sentindo ameaçados pelo seu corpo negro desarmado”.

A atriz diz que o racismo se faz presente entre negros ricos, quando na escola seus filhos são a minoria. Mães negras, na visão dela, nunca dormem bem quando seus filhos estão fora de casa porque “a nossa negritude tem sido demonizada, tornada como fonte de ameaça e inferiorizada.”

“É impossível ser negro e se  valorizar, se glamorizar sem ter experimentado os -ismos-, isso não é real”, finaliza a atriz.

Comments

comments