7 dicas para fortalecer o empreendedorismo negro e ser antirracista

0
298
Foto: Reprodução/Internet

Por: Movimento Black Money

O combate ao racismo está em forte evidência na mídia mundial. Atos como manifestações nas ruas e nas redes sociais ajudam o movimento antirracista, mas é preciso levar todo o aprendizado para o cotidiano da sociedade. Nesse sentido, fortalecer o empreendedorismo negro traz benefícios para a economia de toda a comunidade, de uma forma muito mais eficiente e duradoura.

Neste artigo, vamos falar sobre 7 atitudes antirracistas que você pode incorporar aos seus hábitos do dia a dia para contribuir com a população preta da sua região. Confira!

1. Conheça Os Empreendimentos Pretos Da Sua Região

A primeira dica que vamos dar é, também, um excelente ponto de partida para quem deseja ajudar a fortalecer o empreendedorismo negro no Brasil. Apesar de sermos a maioria da população, é bastante comum que as empresas pertencentes a pessoas pretas sejam pequenos negócios em regiões periféricas das cidades.

É importante ir em busca desses locais, conhecer os negócios que surgem dentro de favelas e bairros de classes sociais mais baixas. A quebra do preconceito começa quando você se dispõe a conhecer novas marcas, fora da sua bolha ou dos holofotes da grande mídia. São produtos e serviços de alta qualidade, mais próximos do que imagina. 

2. Dê Preferência Ao Pequeno Empreendedor

A luta diária da população preta no Brasil passa pelo empreendedorismo por necessidade. Quantos e quantos são os casos de mães de família que montam um pequeno negócio para sustentar seus filhos vendendo marmitas, doces, fazendo artesanato ou mesmo administrando uma pequena revenda.

A periferia está cheia de pessoas criativas e trabalhadoras, que precisam apenas de mais oportunidade para conquistar mais clientes. Quando você dá preferência ao pequeno empreendedor, você ajuda a fazer com que a roda financeira de toda a comunidade se mantenha girando.

3. Recomende Os Negócios E Profissionais Negros

O famoso QI — quem indica — não vale apenas para quem está em busca de emprego. Ele é uma arma poderosa no mundo dos negócio na conquista de novos clientes. Reflita por alguns segundos, qual foi a última vez que você conheceu algo novo que não tenha sido indicado por outra pessoa?

A indicação tem um poder especial por vir carregada do endosso de quem indica. Ou seja, se alguém sugere a você que vá a um determinado bar ou compre um determinado produto, é sinal de que ela experimentou e gosto. Portanto, sempre que descobrir algum negócio ou profissional preto que tenha gostado, indique a seus amigos e familiares.

4. Pesquise Por Projetos Antirracistas

Estamos em um momento da sociedade que, o simples fato de não tomar nenhuma atitude, é uma atitude em favor da parte opressora. O antirracismo precisa fazer parte da sua rotina e, para isso, é preciso começar de algum lugar.

Se você tem acesso à internet, seja pelo computador ou celular, busque por projetos que visam fortalecer o empreendedorismo negro no país. Conheça várias iniciativas, como o próprio Movimento Black Money, entenda como eles atuam e quais são as formas possíveis de fazer a sua contribuição. Cada apoio importa e pode causar uma enorme diferença nas vidas das famílias pretas.

5. Invista Em Pessoas Pretas

Se você já está no mercado, seja como dono de uma marca, seja como influenciador, invista em pessoas pretas. Entenda o investimento não apenas como dinheiro, mas como qualquer elemento que ajude uma pessoa preta a destacar o seu negócio e conseguir aumentar a sua base de clientes.

Vai convidar alguém para dar depoimentos ou falar sobre racismo em suas redes sociais? Pague por isso, como pagaria a qualquer profissional. Quer mostrar para o mundo que vidas pretas importam? Contrate-os, promova-os, invista em suas carreiras. Patrocine atletas e influenciadores pretos e pretas. Doe para projetos que atuem no fomento de negócios pretos. 

Em um momento delicado como este, em que temos que lutar contra tantas coisas ao mesmo tempo, é fundamental compreender, respeitar e, acima de tudo, valorizar o trabalho que tem sido feito pela comunidade negra no Brasil. 

6. Forme Parcerias E Colaborações

As parcerias fazem um grande sucesso no universo empresarial, pois gera benefícios para ambas as partes. Se você não é negro, mas quer ajudar a fortalecer o afroempreendedorismo, escolha pessoas pretas para realizar as suas parcerias. Existem profissionais de todos os setores da economia disponíveis para esse tipo de ação.

As colaborações podem ser feitas tanto no virtual quanto no real. No virtual, os sorteios casados entre vários perfis ou mesmo as lives colaborativas são uma boa pedida. Já no mundo real, a sua empresa pode criar promoções com produtos e serviços do parceiro como premiação, por exemplo. Ideias e profissionais competentes para colocar isso em prática é o que não falta.

7. Utilize Seus Privilégios No Apoio À Comunidade Preta

Privilégio é uma palavra que tem sido utilizada por muitas pessoas como sendo algo negativo quando o assunto é o preconceito racial, beirando ao xingamento. Contudo, o privilégio é algo com o qual a pessoa já nasce, assim como nós, pretos e pretas, já nascemos com a cor da nossa pele definida. 

A grande diferença está no que se faz com isso. O primeiro passo é reconhecer os privilégios que tem e identificar como eles podem ser utilizados na luta antirracista. Ninguém tem culpa de nascer branco, em uma família de classe média-alta, com um teto seguro sobre si e tudo o que é necessário para atender suas necessidades básicas disponíveis a todo momento.

Em lugar de se sentir mal por ter nascido em uma situação boa, é importante usar isso em favor dos desfavorecidos, por meio de ações simples no dia a dia. A aplicação de todas as dicas oferecidas até aqui é um ótimo ponto de partida. Busque conhecer negócios feitos e mantidos por pessoas pretas, indique-os entre as pessoas não pretas que você conhece, movimente discussões antirracistas entre seus amigos e familiares, use sua rede de contatos em favor de um país menos segregado e racista.

Fortalecer o empreendedorismo negro demanda esforço diário e contínuo, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Pelo contrário, como você pôde ver, há muitas ações simples que se resumem a mudar velhos hábitos, que proporcionam um grande efeito positivo para o povo preto. Faça a sua parte e, juntos, construiremos um mundo melhor para as próximas gerações.

Sobre o Movimento Black Money:

O Movimento Black Money é um hub de inovação para inserção e autonomia da comunidade negra na era digital junto a transformação do ecossistema empreendedor negro,com foco em comunicação, educação e geração de negócios pretos. Tendo como diferencial o fomento do letramento identitário e do mindset de inovação ao ecossistema afroempreendedor, estimulamos o espírito inovador de empreendedores e jovens negros para a criação de diferenciais competitivos no mercado.

Comments