A cientista social e ciberativista Zelinda Barros apresenta, no dia 15 de fevereiro, no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, a pesquisa “Participação de mulheres afro-brasileiras e africanas no processo de produção e pesquisa sobre tecnologias digitais”. Zelinda Barros é Doutora em Estudos Étnicos e Africanos (CEAO/UFBA). Mestra em Ciências Sociais pela UFBA. Bacharela em Ciências Sociais pela UFBA.

De caráter exploratório, o trabalho, visa mapear, analisar e divulgar a produção acadêmica sobre tecnologias digitais nos PALOP e no Brasil no período de 1989 – quando foi criada a World Wide Web (WWW), a 2019. Por meio de uma abordagem que se constitui a partir do diálogo teórico-metodológico entre os Estudos sobre Cibercultura e os Estudos de Gênero e Feminismos, discute-se a participação de mulheres afro-brasileiras e africanas na produção tecnológica e na produção de pesquisas científicas sobre tecnologias digitais, identificando as principais questões por elas abordadas neste campo.

Serviço

Local: CENTRO DE PESQUISA E FORMAÇÃO DO SESC – Rua: Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar.

Data: 15 de fevereiro de 2020, sábado, das 15h às 18h.

Recomendação etária: 16 anos. 30 vagas.

Comments