“Vou na Fé” combate o racismo e exalta a relação de afeto e respeito no Candomblé em videoclipe

0
642

Com o intuito de reforçar os valores das religiões de matriz africana, Nouve acaba de lançar o videoclipe da música “Vou na Fé”. O roteiro retrata pontos positivos do Candomblé que, na maioria das vezes, é tratado de forma depreciativa. Em contrapartida ao desrespeito religioso, o rapper mostra sua visão sobre ancestralidade, afeto, respeito e como essa troca de boas energias, que é denominada Àse, é importante dentro da religião.

O videoclipe tem roteiro e direção assinados pelo próprio rapper e a gravação e edição por Robson Borges, da produtora “Aion Imagine”. Para fazer parte do elenco, ele convidou sua Ìyálòrìsà, mãe Dialá, além de Érica Ribeiro, Telma Duarte e Cide Babá Ybí. As gravações foram realizadas em Paranapiacaba, interior de São Paulo e na capital.

O propósito da música é reforçar os valores das religiões de matriz africana. O videoclipe retrata pontos positivos do Candomblé que, na maioria das vezes, é tratado de forma depreciativa. Em contrapartida ao desrespeito religioso, o rapper mostra sua visão sobre ancestralidade, afeto, respeito e como essa troca de boas energias, que é denominada Àse, é importante dentro da religião.

O roteiro mostra o cuidado e afeto de uma Ìyálòrìsà, Bàbálòrísá, irmão ou irmã de santo dentro de um terreiro de Candomblé. O clipe também mostra o outro lado da moeda, que é o preconceito aos adeptos da religião, em meio da cidade grande. Seja lá, numa entrevista de um emprego, ao passar pelas ruas com os seus adereços, guias, turbante entre outros. Os olhares são realmente diferentes”, explica o artista.

Confira o videoclipe:

Comments

Comentários