Virada da Consciência acontece em novembro e irá homenagear a escritora Conceição Evaristo

0
1323

A 1ª Virada da Consciência chega com uma série de atividades programadas entre os dias 18 e 21 de novembro e mostra que é possível e necessário lutar contra a desigualdade racial no Brasil. A virada é organizada pela Faculdade Zumbi dos Palmares e ONG Afrobras, quer transformar São Paulo em uma capital negra.

O evento terá escritores brasileiros e estrangeiros discutindo seu trabalho, enquanto um Seminário Internacional debate a inclusão da temática afro-brasileira nos currículos escolares na Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra – a 6ª Flink Sampa, que neste ano homenageia a escritora Conceição Evaristo.

Ela é uma representação importantíssima na história da literatura brasileira, aos 71 anos, e com seis livros publicados. Não marca só uma presença como escritora, mas também como mulher negra que resgata todo um passado de invisibilidade“, explica o curador Tom Farias.

Além de mostras de artes visuais em vários pontos da cidade de São Paulo, o evento conta com apresentações musicais, dança, teatro, moda, beleza, cinema. Palestras, debates e rodas de conversa sobre a igualdade e a tolerância também estão na programação da virada. Vai haver atividades relacionadas à temática afro-brasileira em 36 CEUs, cinco bibliotecas, nos museus sob responsabilidade do Município, no Memorial da América Latina e outros.

A parceria com a Prefeitura de São Paulo, Banco do Brasil, Coca-Cola, Natura, Memorial da América Latina, Sesc, Sesi, Fundação Bradesco, entre outros, amplia o impacto da Virada da Consciência, cuja característica principal será oferecer oportunidade de participação da população nas atividades e não apenas figurar como espectador.

A Virada da Consciência é a aglutinação de todos os eventos que vimos produzindo ao longo dos anos – FLINKSAMPA, TROFÉU RAÇA – com outros realizados em parceria com empresas e entidades comprometidas com o fim da desigualdade. Teremos uma série de atividades abertas ao público em vários pontos da Capital que abre o nosso leque: competições esportivas, oficinas, exposição, teatro, música, dança – graças a esses parceiros”, explica José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Esportistas profissionais e amadores participam de competições que culminam com a Corrida da Igualdade no dia 20, em que se comemora a Consciência Negra. Um festival de capoeira, campeonato de basquete universitário e a final do campeonato do futebol de várzea integram a programação. O Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, terá entrada franca no dia 20, para os convidados da Virada da Consciência. Também no Pacaembu, craques másters do Corínthians e artistas formarão o time que vai jogar contra a seleção da Zumbi dos Palmares.

A programação completa está no site http://viradadaconsciencia.com.br, confira!

Comments