Vinícius Júnior foi alvo de mais ofensas racistas, neste domingo (18). A torcida do Atlético de Madrid aparece em vídeo, captado pela Rádio Cadena Cope, nos arredores do Estádio Metropolitano, na Espanha, fazendo cânticos racistas contra o jogador antes de iniciar o clássico contra o Real Madrid, às 16h. “É um macaco, Vinicius é um macaco”, dizia o coro.

Na última quinta-feira (15), Pedro Bravo, presidente da Associações de Agentes Espanhóis, fez comentários racistas e xenofóbicas no programa El Chiringuito para condenar as danças do jogador para comemorar os gols.

Gabriel Jesus, companheiro de Vini na seleção brasileira, fez um gol na vitória do Arsenal sobre o Bretford por 3 a 0 e comemorou com uma dança para apoiar o amigo e se pronunciou sobre o caso: “Dança e Dança”, escreveu nas redes sociais.

Já o técnico do Real Madrid, Carlos Ancelotti, afirmou neste sábado: “Na Espanha não vejo esse tipo de racismo”, ao ser questionado sobre os ataques racistas contra o jogador.

Um dia após os ataques sofridos por Pedro Bravo, Vini se posicionou com um vídeo emocionante nas redes sociais: “Dizem que a felicidade incomoda. A felicidade de um negro brasileiro vitorioso incomoda muito mais […] Não vou parar de dançar”, afirmou.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments