Faculdade Zumbi dos Palmares lança manifesto com foco em educação e protocolos policiais

0
1902
José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares

O nome do movimento que já recebeu apoio de 150 personalidades, incluindo celebridades como Sandra de Sá, Zezé Mota, Paulo Paim, Luiza Trajano e Fabio Porchat, faz alusão ao caso de George Floyd.


Lançado pela Universidade Zumbi dos Palmares e Afrobras nesse terça, 30, o movimento propõe 10 ações que devem ser cumpridas em 5 anos. Elas são: Novos protocolos policiais e de seguranças, criação de 500 mil bolsas de estudos e 300 mil vagas de emprego, formação e qualificação, políticas de diversidade racial, compras corporativas, fundo de R$ 200.000.000 para apoio a economia criativa de jovens negros, lei da história do negro no Brasil e implantação da Rua Zumbi.

Em entrevista ao Globo News, José Vicente, reitor da faculdade Zumbi dos Palmares, disse ”O racismo produz danos e malefícios para negros e para brancos, produz danos e malefícios para todos os brasileiros e a nossa geração tem essa obrigação, esse dever de extirpar esse câncer da nossa sociedade” e reforçou a importância do apoio da população.

Veja o documento na integra

O Manifesto – Ações e estratégias:

Ação Zero: Prorrogação da Lei de Cotas nas universidades públicas federais.

1. Mudança nos protocolos policiais para impedir técnicas de sufocamento e estrangulamento em abordagens policiais, bem como disparos de arma de fogo em invasões ou ocupação de favelas e comunidades.

2. Mudança nos protocolos da segurança privada para acabar com a hostilização, perseguição e constrangimentos nos ambientes públicos e privados, incluindo a eliminação da sala de agressão e tortura presente nos Bancos, Shoppings e Supermercados.

3. Criação de 500 mil bolsas de estudos para qualificação de jovens negros em graduação, pós-graduação, pesquisa, formação tecnológica, economia criativa, negócios e empreendedorismo.

4. Criação de 300 mil vagas de estágios, trainees e profissionais negros nas empresas públicas e privadas.

5. Formação e qualificação de um milhão de quadros corporativos em Discriminação e Racismo e Gestão da Diversidade Racial.

6. Implementação de recursos por meio de ferramentas, mecanismos, metodologia de gestão, gerenciamento da inclusão, desenvolvimento de carreira, ações e políticas de diversidade racial em 300 empresas públicas e privadas.

7. 300 milhões em compras corporativas do ambiente público e privado, de serviços e produtos de empresas e empresários e profissionais negros.

8. Fundo Vidas Negras Importam de R$ 200 milhões para o fomento, apoio e financiamento educacional, empreendedor, tecnológico e de economia cultural criativa para jovens negros.

9. Implementação integral da Lei da História do Negro e história da África e da disciplina de relações étnico-raciais em todo ambiente escolar e universitário público e privado do país.

10. Campanha de instalação da Rua Zumbi do Selo da Igualdade Racial, ampliação e expansão da Virada da Consciência.

Comments