Três torcedores do Boca Juniors são presos por injúria racial e apologia ao nazismo

0
Três torcedores do Boca Juniors são presos por injúria racial e apologia ao nazismo
Foto: Henrique Toth / GE.

Três torcedores do Boca Juniors foram presos durante o jogo entre o time argentino e o Corinthians pelas oitavas de final da Copa Libertadores, na última terça-feira (28).

Segundo o delegado Cesar Saad, da Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva, dois deles foram detidos por injúria racial após serem flagrados imitando macacos em direção à torcida do Corinthians, e terão de pagar fiança de R$ 20 mil para liberação.

O outro foi flagrado fazendo uma saudação nazista. Este seria enquadrado em apologia ao crime, que é inafiançável. De acordo com informações do GE, no entanto, horas depois, o argentino foi enquadrado no crime de racismo, mas também podendo pagar fiança de R$ 20 mil para ficar em liberdade.

Esta não é a primeira vez que torcedores do Boca são detidos por conta de atos racistas. No jogo contra o Corinthians pela primeira fase da Libertadores, um argentino precisou pagar fiança para deixar a delegacia após imitar macaco nas arquibancadas da Arena.

Em nota, o Corinthians repudiou os atos racistas.

“O Corinthians repudia veementemente os atos racistas que envolveram torcedores argentinos na Neo Química Arena nesta terça-feira (28), durante o jogo contra o Boca Juniors pelas oitavas da CONMEBOL Libertadores. Todos foram prontamente conduzidos ao Jecrim do estádio”.

*Com informações do GE.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display