“Tira esse joelho daí” última música gravada por Gerson King Combo denuncia o racismo e relembra o assassinato de George Floyd

0
541
Foto: Divulgação

Em parceria com o irmão Getúlio Cortês, com quem já dividiu palco diversas vezes, e criou uma das músicas mais representativas para a comunidade negra na década de 70 “Mandamentos Black”, Gerson King Combo nos deixou uma música que critica o caso de racismo que assassinou George Floyd e prega a exaltação do povo negro.

A letra que repete “Tira seu joelho daí” e diz “Você usa seu joelho sujo, só para matar”, remete ao policial Derek Chauvin que assassinou George Floyd em maio desse ano pressionando seu joelho contra o pescoço de George por 8 minutos. 

A música foi gravada duas semanas antes da partida de Gerson, e passa o seu recado diretamente e tem muito impacto na voz de Gerson e Getúlio, “Tira seu joelho daí” foi lançada nesta segunda-feira, 30 de novembro data de aniversário de Gerson King Combo, que completaria hoje 77 anos.  A música foi a última obra de Gerson e é marcada como seu último clamor pelo fim do racismo.

“O mundo estarrecido, viu, no chão homem caído, porém ninguém lhe deu a mão. Sou afrodescendente, e muito consciente, é tempo de tomar decisão. No mundo se diz, que a nossa pele tem raiz, o meu sangue é vermelho (sem distinção de cor). Não aceito e não tolero, minha tolerância é zero, pra covardia e sua discriminação (comigo não, comigo não)”.

“Tira esse joelho daí” já pode ser ouvida em todas as plataformas digitais.

Comments