Super Black 2021: H.E.R, Jazmine Sullivan e The Weeknd foram os destaques da noite

0
222
Imagem: Billboard

Mal acaba uma edição do Super Bowl, e os olhos do mundo todo já se voltam (com grandes expectativas) para a do ano seguinte. Madonna, Beyoncé, Diana Ross, Justin Timberlake, todos esses artistas fizeram história se apresentando no maior evento esportivo dos EUA. Ano passado, foi a vez de Shakira e Jennifer Lopez, duas mulheres latinas, deixarem suas marcas na história do evento, em um show em Miami.

Esse ano por sua vez tivemos o ”Super Black”. A tão aguardada apresentação de The Weeknd, com um investimento de cerca de R$38.000.000,00 de reais foi o ponto alto da noite, roubando até os holofotes de Tom Brady e Patrick Mahones. No repertório, ”I Cant Feel My Face”, ”The Hills” e o hit duradouro ”Blinding Lights” foram os grandes destaques. Entretanto alguns fãs ainda sentiram falta de sucessos como Lust For Life ou Love Me Harder. O que é compreensível, mas vale a pena lembrar que o show do intervalo tem duração média de apenas 15 minutos. 15 Minutos dos quais ficamos hipnotizados na frente TV. Abel entregou uma super produção com direito a vários cenários, bailarinos e fogos de artificio, que deixa a tarefa ainda mais difícil pra quem for se apresentar no ano que vem.

Além dele, a cantora H.E.R apresentou uma versão muito particular de America The Beautiful, com direito a solos de guitarra e uma roupagem bem diferente do que estamos acostumados a ouvir. E para cantar o hino nacional dos EUA ao lado do cantor country Eric Church, tivemos a cantora 12 vezes indicada ao Grammy, Jazmine Sullivan que lançou seu mais novo álbum em janeiro. Confira as apresentações:

O hino nacional, por Jazmine Sullivan
América The Beautiful, por H.E.R
O show do intervalo, com The Weeknd

Comments