Sim à igualdade racial: Com mais de 6h de atividades, ID_BR realiza evento histórico

0
3931
Ludmilla e Antonio Pitanga - Foto: Divulgação

A comunidade negra precisava de um evento assim, representativo e mostrando a excelência negra depois de um ano muito conturbado. O Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) promoveu nesse sábado,10 de outubro,  o Fórum e o Prêmio “Sim à Igualdade Racial”, oferecido em parceria com O Boticário. Tradicionalmente os eventos são realizados em dias e cidades diferentes, Prêmio no RJ e o Fórum em São Paulo, mas por conta da pandemia foi feito em uma data única data e em formato virtual. O Prêmio foi gravado no Teatro Riachuelo e o Fórum no Estúdio Otalab.

Para dar início à programação, Luana Génot, diretora-executiva do ID_BR, abriu o Fórum falando sobre a importância para a sociedade da inclusão de pessoas negras em cargos executivos. “Ocupar, não só as vagas de emprego, como as vagas de liderança e ter nossos empreendimentos prosperando não é favor. É reparação histórica, é lei e é ponto fundamental para o crescimento socioeconômico do país”, afirmou. 

Na sequência, os atores Dandara Mariana e Ícaro Silva assumiram a apresentação do evento e trouxeram painéis sobre diversos assuntos que impactam a vida de pessoas negras, como a saúde em tempos de pandemia, liderança responsável e a situação financeira das mulheres.

Dandara Mariana e Ícaro Silva – Foto Divulgação

Um dos destaques do Fórum foi o Trampa Comigo, uma ação em parceria com a 99 Jobs, que em sua segunda edição, deu oportunidade para que empresas parceiras e patrocinadores apresentassem seus diferenciais em atratividade e inclusão para os possíveis candidatos. Os interessados puderam se candidatar às vagas por meio de QR Code exibido durante a programação. 

Além dos debates, vagas de emprego e compartilhamento de experiências, o evento ainda contou com apresentações musicais de Késia Estácio, a banda de rock Black Panteras, o rapper Rico Dalasam e Pretinho da Serra.

A diva Késia Estácio: Foto – Divulgação

Inspirados no movimento Griô, tradição de transmissão oral de conhecimentos, tanto o Fórum quanto o Prêmio reuniram artistas e figuras públicas com grande experiência na temática racial. No primeiro, Sheron Menezes, Rennê Silva, Helena Bertho e Xande de Pilares contaram fatos inspiradores das suas trajetórias para mostrar novos caminhos sobre como construir uma história de sucesso profissional. 

Já na premiação, Isabel Fillardis e Antônio Pitanga incorporaram os griôs e discursaram sobre as reivindicações da população negra por um mundo diverso. “Nessa história mal escrita, ninguém quer ser vilão. Não vai ter vírus, nem polícia e nem engravatado de plantão. Não aceito medidas provisórias. São transitórias todas as leis. Só aceito a vitória. É só glória que termina uma bela história”, declamou a atriz durante a cerimônia. 

As cantoras Ludmilla e Lellê foram as apresentadoras do Prêmio Sim à Igualdade Racial, oferecido por O Boticário, e, além de anunciarem os ganhadores, protagonizaram musicais de tirar o fôlego. A dupla deu voz à canção “O Morro Não Tem Vez”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Ao lado de MC Lan, Ludmilla também cantou “Olhos Coloridos”, sucesso de Sandra de Sá. 

Ludmilla e Lellê : Foto Divulgação

Em um dos momentos mais marcantes da cerimônia, Iza trouxe a sua versão para “I Put a Spell on You”, de Nina Simone, enquanto Mart’nália e BK interpretaram “Que Bloco é esse?”, do Ilê Aiyê. Com direção musical de Zé Ricardo, roteiro final e a direção artística de Elísio Lopes Jr., o evento teve ainda números de Rael, Rosa Marya Colin e Kaê Guajajara. A cantora Margareth Menezes foi a responsável por encerrar a premiação cantando “Ya ya Massemba”, imortalizada na voz de Maria Bethânia.

Dividida entre os pilares de educação, empregabilidade e cultura, a premiação entregou 11 estatuetas, que levaram a obra “Mad World”, de Vik Muniz, para os vencedores. 

Conheça os vencedores do Prêmio Sim à Igualdade Racial 2020:

Pilar Cultura

·       Arte em movimento: Lia de Itamaracá. 

·       Destaque publicitário: Coca-Cola + WmcCann – Juntos a Magia Acontece. 

Veja mais sobre a campanha aqui: https://www.wmccann.com/juntos-a-magia-acontece/

·       Raça em pauta: Djamila Ribeiro.

·       Representatividade em novos formatos: Alê Santos.

Pilar Educação

·       Educação e Oportunidades: Movimento Meninas Crespas.

·       Inspiração (homenagem): Chica Xavier, Cacique Raoni e Alcione.

·       Intelectualidade negra: Nei Lopes.

Pilar Empregabilidade

·       Comprometimento Racial: “Soma”, grupo de afinidades Mattos Filhos.

·       Liderança Negra: Rachel Maia

·       Trajetória empreendedora: Adriana Barbosa – Feira preta e Pretahub. 

·       Melhores práticas culturais e étnico-raciais: Cisco.

O Fórum contou com o patrocínio de Bradesco, Itaú e Renner, como patrocinadores prata, Ambev, B3, BMS, DSM, Grupo MPR, iFood, Novelis, O Boticário, P&G e Suzano, como patrocinadores bronze, e o apoio da BMW Foundation Herbert Quandt e do Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro.

O Prêmio “Sim à Igualdade Racial” foi oferecido em parceria com O Boticário, patrocinador Premium da iniciativa. O evento também contou com Facebook, Mondelez (Oreo) e Pepsico, como patrocinadores ouro; Coca-Cola, Ogilvy, Suzano e Takeda como patrocinadores Prata; Aegea, Ambev, Bayer, BMS, BR Distribuidora, Cisa Trading, EF, EGCN, Extra/Instituto GPA, Farm, iFood, Itaú, Ipiranga, Metrô Rio, Novelis, Twitter e Unisuam, como patrocinadores bronze.

Comments