O tribunal da Rússia responsável pelo julgamento da Brittney Griner, declarou nesta quinta-feira (4), que a jogadora de basquete da WNBA terá que cumprir pena de 9 anos de prisão por crimes de porta de drogas e contrabando, além de uma multa de 1 milhão de Rublos, cerca de R$ 85.650.

A promotoria russa havia pedido sentença de nove anos e meio de prisão para Griner, sentença quase máxima para a jogadora, que poderia chegar a dez anos. Segundo o juiz, ela terá de cumprir a pena em uma colônia penal na Rússia. A defesa de Griner disse que vai protestar contra o veredito.

“Nós estamos muito desapontados com o veredito. Como advogados, nós acreditamos que a corte deve ser justa com todos, independentemente da nacionalidade. A corte ignorou completamente todas as evidências da defesa e, o mais importante, a declaração de culpa”, afirmam.

Griner afirmou que faz uso da maconha medicinal para tratar suas lesões crônicas: “Eu cometi um erro honesto. E espero que, pelas suas leis, não acabe com a minha vida aqui”. Ela defende o UMMC Ekaterinburg desde 2014 durante os intervalos da WNBA.

Em comunicado, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que a detenção da jogadora é injusta: “Inaceitável e eu peço que a Rússia a liberte imediatamente, para que ela possa ficar com sua esposa, seus entes queridos, amigos e suas companheiras de equipe”.

Considerada uma das melhores jogadoras de basquete do mundo, Brittney Griner foi detida em fevereiro quando desembarcou em Moscou, por posse de cartuchos de vape com óleo de cannabis.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments