Raven-Symoné recusou que sua personagem fosse lésbica: “Não havia razão para mudar quem ela era”

0
Raven-Symoné recusou que sua personagem fosse lésbica: “Não havia razão para mudar quem ela era”
Foto: Chance Yeh/WireImage

Em uma participação recente no podcast ‘Pride’, de Levi Chambers, a atriz Raven-Symoné, de ‘A Casa da Raven’ revelou que foi questionada pela Disney se ela queria que a personagem fosse lésbica – o que ela recusou.

A artista de 35 anos, que se assumiu lésbica em 2013, explicou que “não havia razão para eu mudar a humana que ela era para se encaixar na atriz que a interpretou. Raven Baxter é uma personagem que eu tive orgulho de interpretar, mesmo que ela seja heterossexual ou cisgênero; eu não me importo. Deixe que ela tenha o seu momento”, disse a atriz, reforçando que não é porque a atriz é LGBTQIA+ que sua personagem tem que ser.

“Eu não queria mudar quem ela era. Quando você realmente começa a misturar seu eu pessoal com o seu caráter, é ainda mais difícil. Tipo, eu sou estereotipada para o resto da minha vida. Você sabe o que quero dizer? Se você alguma vez me ver em outro personagem, você vê Raven Baxter, e é exatamente isso que o negócio é”, disse.

Em ‘As Visões da Raven’, Raven Baxter é uma jovem que tem visões do futuro – um dom que a acaba colocando em diversas situações cômicas. Ela mantém esse poder em ‘A Casa da Raven’; mas, no spinoff, ela é uma mãe solo que divide um apartamento em Chicago com sua melhor amiga, Chelsea (Anneliese van der Pol) e os filhos delas.

Raven-Symoné está casada com Miranda Pearman-Maday desde junho de 2020.

Comments

No posts to display