Quatro anos depois do assassinato de Marielle, ato reúne artistas e ativistas no RJ

0
Quatro anos depois do assassinato de Marielle, ato reúne artistas e ativistas no RJ
Foto: Bernardo Guerreiro.

Nesta segunda-feira, Festival Justiça Por Marielle e Anderson toma o Circo Voador, no Rio de Janeiro.

A vereadora Marielle Franco foi assassinada no dia 14 de março de 2018 e desde então, a família não tem respostas sobre quem é o mandante do crime. Diante de mais um ano de dor e da certeza de que, mesmo que passem os anos, a luta por justiça continuará até que o crime seja resolvido,  o Instituto Marielle Franco, dirigido e criado pela família de Marielle, vai realizar uma série de ações durante o mês de março, o Março por Marielle e Anderson.

A principal delas será  Festival Justiça Por Marielle e Anderson no Circo Voador, Lapa, Centro do Rio de Janeiro, no próprio dia 14, com uma programação das 16h às 23h haverá diversas atividades numa agenda construída em colaboração com lideranças, coletivos, organizações e movimentos populares.As atividades começam às 16h com a roda de conversa “Estamos Prontas: A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras” sobre o legado de mulheres negras na política, como Marielle, os desafios para este ano de eleições. De forma simultânea, haverá uma oficina com o coletivo Mulheres Que Escrevem, para a escrita de cartas pedindo justiça.

Em seguida, às 18h30, terá apresentação do Bloco Malunguetu, que fez sucesso na inauguração da Casa Marielle, promovida pelo Instituto, em março de 2020.  Às 19h entra o som da DJ Thamy, que está confirmada no evento, e às 20h se apresentam poetisas, como MC Martina e MC Zuleide, que proclamarão seus pedidos de justiça com muita arte, emoção e poesia. 

No momento, as famílias de Marielle e Anderson irão se apresentar e compartilhar o seu pedido por justiça. E em seguida entrarão cantoras negras reconhecidas de diferentes ritmos, para somar ao grande grito de justiça. Nomes como Jessica Ellen, Doralyce e Lelle já estão confirmados. 

Os portões serão abertos às 15h e será disponibilizado um espaço recreativo para crianças, o Espaço Coruja, para que mães, pais e responsáveis possam acompanhar as atividades sabendo que os filhos estarão bem cuidados e se divertindo. Também já estará funcionando a lojinha vendendo placas e lenços para arrecadar fundos para o instituto.

Durante o mês de março, o Instituto terá uma agenda colaborativa para cadastrar atividades de homenagem à Marielle e Anderson e de pedido de justiça pelos 4 anos. Para inscrever sua atividade e ver as ações, basta acessar institutomariellefranco.org/4anos.

Para incidir sobre o caso, foi enviado um ofício solicitando uma reunião com o Governador e o Ministério Público do Rio de Janeiro para acompanhamento do processo de investigação e resolução neste marco dos quatro anos. O pedido foi enviado pelo Comitê Justiça por Marielle e Anderson, que é composto pelo Instituto Marielle Franco, pelas famílias de Marielle e Anderson, por Monica Benício, vereadora e companheira de Marielle, por Agatha Reis, companheira de Marielle, e pelas organizações Justiça Global e Anistia Internacional, que também vêm fazendo ações de incidência sobre o caso nos últimos anos.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display