Projeto Negro Nobre usa a arte como afirmação da negritude

0
1180

negronobre3

Gaby Amarantos, Sandra de Sá, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho. Ícones da cultura popular brasileira com seus rostos estampados em obras renascentistas.  Esse é o projeto Negro Nobre do designer carioca Alberto Pereira.

Por Silvia Nascimento

Com um toque de humor, que inocente não tem nada, Pereira usa sua arte para afirmar sua etnia e exaltar a negritude em um período onde o negro não era retratado na arte.  Ele faz isso por meio da  colagem de fotos de negros famosos em imagens de obras clássicas.

“Foi uma maneira de afirmação pelo humor, pela ironia, sem entrar no discurso de ódio que venho observando há um tempo. O engraçado é que muitos negros acabam protestando e buscando se afirmar pelo ódio, o que gera mais preconceito”, explica do designer de 26 anos.

[huge_it_gallery id=”10″]

Atualmente trabalhando na área de negócios digitais do jornal O Globo,  Alberto começou o projeto depois de uma brincadeira com sua foto de perfil no Facebook. Na sua conta do Instagram é possível ver suas obras, inclusive a sua favorita que é o Mr. Catra como Mozart. Outro que o designer também tem grande apreço é o da Sandra de Sá. “A Sandra de Sá viu e se amarrou, me agradeceu, compartilhou​. E isso funcionou como um empurrão para mim, de enxergar que fazer essa série era mais do que um passatempo”, relata Pereira.

Sobre inspiração e influências, Alberto não segmenta suas referências pela questão étnica.  “Gosto de englobar tudo no grupo da arte; designers, fotógrafos, músicos, artistas gráficos… quando penso em design acabo abraçando uma estética como um todo. Gosto muito do Basquiat, do Keith Haring, do Milton Glaser (designer), Vik Muniz, Os Gêmeos, Onesto, Marcelo Macedo , Saul Bass, Banksy, Emicida, Gilberto Gil, Chico Science, Die Antwoord (banda da áfrica do sul que tem clipes altamente cênicos, cheios de cores, texturas) e por aí vai… vejo design em tudo, é meio abstrato. “, descreve.    ​

Alberto batalha agora para conseguir expor suas obras durante o mês da consciência negra em novembro e também encontrar parceiros para vendê-las.  Quem quiser fazer um retrato de si próprio ou para dar de presente, pode entrar em contato direto com Alberto pelo e-mail oalbertopereira@gmail.com.

 

 

Comments

comments

Artigo anteriorArte ou zoo humano?
Próximo artigoPai solteiro de quadrigêmeos dá lição de esperança
Silvia Nascimento é jornalista e diretora de conteúdo do site Mundo Negro, curadora digital e produtora de conteúdo especializada em questões étnicas Ela foi considerada umas das negras mais influentes da Internet Blogueiras Negras e consagrada com o prêmio EmpregueAfro de Valorização da Diversidade Étnico-Racial. Ainda coordena o projeto Negros Digitais com comunicadores e influenciadores negros. Contato: silvia@mundonegro.inf.br