“Programas de diversidade não são favor”: 5 Lições de Rachel Maia sobre carreira e negritude

0
873
A executiva Rachel Maia - Foto: Reprodução Instagram

Em uma live com a empresária Luiza Trajano, Rachel Maia, uma das maiores executivas do pais, falou sobre sua trajetória profissional e desafios como uma mulher negra que se destacou no mercado de luxo, sendo líder executiva de marcas de prestígio como Tiffany, Pandora e Lacoste, empresa que ela anunciou a saída depois de um ano como CEO.

Nesse novo momento de sua carreira, Rachel esta focada em se envolver em ações de igualdades para mulheres e comunidade negra. Selecionamos 5 insights da live, ligados à questão racial para que você aproveite esse momento onde grandes empresas estão fazendo processos seletivos focados em contratação de pessoas negras.

-1- Sem estudo, sem chance

O pai de Rachel sempre a ensinou que conhecimento é poder e se instruir não era uma opção. “Meu pai exigia notas boas sempre. Ele dizia que já que a gente só estudava, as notas tinham que ser altas”. Conhecimento sempre será um grande diferencial e hoje tem muita coisa bacana online e gratuita para quem quer saber mais.

-2- No início, não espere reconhecimento

Muitas dificuldades vieram porque as pessoas não reconheciam uma executiva mulher e negra dentro daquele universo. “Eu precisei que outros executivos me apoiassem” .

– 3- Não vacile perdendo oportunidades para o seu perfil

É o momento de aproveitar as oportunidades das empresas que estão investindo em programas de diversidade. “Programas de diversidade não são favor. Foi feita uma abolição, mas o povo foi colocado na rua sem nada. Esse processo de rebalancear não é favor. É uma equiparação daquilo que foi feito de forma errônea no passado. A liberdade tem que vir com a oportunidade e isso nunca foi dado”.

– 4 -Vai ser difícil, mas não desista

Ela reconhece que a jornada não é fácil e nem todo mundo vai gostar de ver gente negra ocupando espaços. “Se inclua mesmo que o olhar seja de exclusão para você , não se intimide, sonhe, planeje e execute. Quando executar, se cair pratique a resiliência. Se uma porta fechar busque outra, mas não desista. Faça a coisa acontecer com o sonho que você tem”.  

-5- A sua vida depende de oportunidades, quando surgir uma, agarre!

“Na minha balança da vida eu tive mais não do que sim. Os nãos serviram de aprendizado e os sims eu agarrei como uma louca e tentei tirar o melhor proveito da situação”.

Lição extra: planejamento é tudo!

” Eu sonhei na minha vida, esse sonho eu transformei em planejamento. Tive que mudar a rota algumas vezes na execução , levantei , mas tive apoio ao meu redor”.

Confira a live na íntegra clicando aqui.

Comments