Primeiro Casamento Afro Comunitário é realizado em São Paulo

0
827
Fotos: Iya Ana Carolina - Odara Produções

O primeiro Casamento Afro Comunitário da cidade de São Paulo, para casais negros, interraciais e LGBTS, realizado no último sábado (26), atraiu centenas de pessoas para a Quadra do Bloco da Mocidade Independente da Zona Leste.

Débora Justino, Presidente do Bloco de Carnaval Mocidade Independente da Zona Leste e Adriano Neres, da ONG Educafro, são os idealizadores da ação e contaram com Bàbá Bruno Nascimento e Iya Ana Carolina, da Produtora Odara, na organização, que teve apoio da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos de São Paulo, Subprefeitura de São Miguel Paulista, Subprefeitura do Itaim Paulista e OAB – SP.

Um dos momentos mais emocionantes do evento foi quando Jullyana Carmo cantou o hino nacional, ao som dos atabaques conduzidos por Pejigan Lucas e sua equipe, e quando chegou o balaio de Òsún, cantado por Bàbá Bruno, um dos organizadores.

“Resistir para re-existir, o evento foi lindo, foi fantástico, ver tantos casais pretos realizando esse sonho, fazer parte disso, organizar, cantar, festejar junto a cada casal não tem preço, nós por nós sempre, e assim sempre será”, conta Bruno.

Nessa primeira edição, 15 casais participaram da cerimonia, celebrada pelo Babalorixá Francisco de Oxum. Um dos participantes comentou: “Quando vi a quadra da Mocidade Independente da zona Leste lotada pelo povo preto e de àse, não me contive. Este evento me representou do início ao fim. Sou um homem negro, gay, que nasceu na periferia, que era evangélico e hoje é candomblecista. Senti e sinto no dia a dia, na pele, as dores que tudo isso traz. E como disse a organizadora Débora Justino, na abertura do evento; ‘sim, vai ter povo preto e de àse se fazendo visto na sociedade da forma que nossos ancestrais querem, como reis e rainhas, pois Orixá veio nos devolver a coroa que nos foi tomada”, diz Anderson Barbosa.

Comments

Comentários