Pocah é a nova embaixadora do Hemorio para campanha Cada Gota Importa

0
540

Cantora fará nesta segunda-feira, dia 14, doação de sangue para conscientizar a população sobre a importância do ato

Com objetivo de reverter o triste cenário de queda nos estoques de sangue da cidade do Rio de Janeiro, em meio à pandemia de Covid-19, e lembrar o Junho Vermelho, mês oficial sobre a conscientização do ato de doar sangue, o Hemorio lança a campanha Cada Gota Importa, que tem Pocah como embaixadora – o lançamento oficial será no dia 14 de junho quando a cantora fará, às 11h, doação de sangue para conscientizar sobre a importância do ato.

“É um prazer dar voz a essa campanha tão importante. Esse é o mês oficial da doação de sangue e é um dever de todos nós mobilizar o maior número de pessoas para essa causa. Doar sangue é um gesto que salva vidas e é ainda mais importante neste momento de pandemia, onde tantas pessoas precisam de assistência.”, afima Pocah.

Foto: Divulgação

Também representando a campanha, o Hemorio convidou a aposentada Valéria Esteves, que contabilizou no último mês 208 doações de sangue em 25 anos de participação contínua, se tornando a maior doadora do instituto em atividade até o momento. Valéria, que doa desde 1995, possui 63 anos de idade e já salvou 832 pessoas.

“É uma honra fazer parte dessa família e ter ajudado tanta gente nesses 25 anos de doação. Espero que meu gesto incentive outras pessoas a participarem e entenderem que assim como a campanha, cada gota importa e aos poucos fazemos um oceano de solidariedade.”, explicou.

Quem pode doar na pandemia

• É preciso ter entre 16 e 60 anos e até 69 caso já sejam doadores de sangue

• O doador deve pesar no mínimo 50 kg

• É necessário estar bem de saúde

• Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto

• Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

• Candidatos à doação que tiveram a Covid-19 ficam inaptos por 30 dias após a cura.

• Candidatos à doação que tiveram a forma grave da Covid-19 ficam inaptos por 1 ano após a cura.

• Candidatos à doação que retornaram de viagem internacional, vindos de qualquer país, ficam inaptos por 30 dias a partir do dia da chegada ao Brasil.

• Candidatos à doação que tomaram as vacinas contra Covid-19 da Pfizer e AstraZeneca ficam inaptos por sete dias. Aqueles que receberam o imunizante da CoronaVac ficam inaptos por 48h, mesmo período para aqueles que foram vacinados contra a gripe.

Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização. Seguindo @hemorio é possível contar com mais detalhes e saber como doar. Também é possível receber orientações pelo Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h ‪às 17h, através do número ‪0800 282 0708.

Comments