Passageiros se manifestam contra mulher no metrô de SP e a impedem de sair: “Racista!”

0
Passageiros se manifestam contra mulher no metrô de SP e a impedem de sair: “Racista!”

Na noite desta segunda-feira (2), um caso de racismo deu início a uma manifestação no metrô Ana Rosa, na Vila Madalena, em São Paulo. De acordo com a vítima Welica Ribeiro, uma mulher loira questionou se ela poderia “tirar o cabelo” de perto, caso contrário, poderia “passar alguma doença”.

Welica, que é do Rio de Janeiro, estava com o irmão e os pais quando a mulher começou a falar de seu cabelo. ‘Sou grata a meu irmão Jhonathan que levantou uma manifestação ali’, disse em desabafo nos stories do instagram.

Neste momento, os outros passageiros do vagão bloquearam a saída da estação até a chegada da polícia, gritando “Racista” e “Racistas não passarão!”.

Depois do acontecido, Welica, seu irmão Jhonathan e Samuel foram até a delegacia onde o caso vai ser investigado.

Samuel Lopes, uma das testemunhas, estava ao lado de Welica no metrô. “A mulher falou assim: ‘moça, você podia dar licença e tirar seu cabelo? Você pode passar alguma doença para mim’. Falou com cara de cinismo mesmo”, explica.

Segundo o irmão da vítima, o nome registrado no boletim de ocorrência é Agnes Vajda, indentificada como assistente consular no Consulado da Hungria em São Paulo, nas redes sociais.

No Instagram, Welica se mostra esperançosa. “Sabemos que a justiça é lenta, mas não podemos mais nos abster”.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display