Um afro-americano é dono de um dos maiores estúdios cinematográficos do mundo, que não por acaso, foi construído em terreno que já foi a base do Exército Confederado Americano, um dos maiores apoiadores do movimento escravagista nos EUA. O nome dele é Tyler Perry:

“O exército confederado lutava para manter os negros como escravos nesse mesmo terreno que hoje é de propriedade, minha,  um homem negro”, disse Perry em uma entrevista ao canal americano CBS.

Com 50 anos, o ator, diretor e produtor tem a posse Tyler Perry Studios, um espaço de 330 hectares, simplesmente um dos maiores do mundo.

Imagem do Tyle Perry Studios -(Foto – Instagram )

“Você construiu o maior estúdio da América, um que pode acomodar todos os outros estúdios de Hollywood combinados e ainda tem espaço de sobra. Você também criou um sonho de esperança e possibilidade para que todos saibam que, independentemente de quem você é ou de onde você é, sempre pode fazer melhor quando está alinhado com o Divino”, celebrou Oprah Winfrey em seu Instagram.

O espaço fica em Atlanta e com 12 de palcos com nome de ícones negros de Hollywood, como Oprah e Will Smith. 

A festa de inauguração foi um espetáculo histórico com presença de celebridades como Beyoncé, Sidney Poitier e a diretora Ava DuVernaye além do público em geral, majoritariamente negro.

Perry é o nome poderoso por trás de 22 filmes, 20 peças e 8 programas de TV, quase sua totalidade com temática negra.

Uma dos seus personagens mais conhecidos é a Madea, dos filmes Big Mamas House 1 e 2 e do Um Funeral em Família , que chegou esse ano no Brasil.

“Minha audiência e as histórias que conto são afro-americanas, histórias específicas para um determinado público, específicas para um determinado grupo de pessoas que eu conheço, com as quais eu cresci e falamos a mesma língua”, disse Perry à  Gayle King, do CBS This Morning   sobre ser ignorado pela indústria cinematográfica convencional.

A importância de ser negro e dono do seu negócio

Ao ganhar um prêmio como ícone de destaque, pela BET, em Junho, Tyler Perry fez um discurso provocador e libertador.

Perry disse que movimentos como #OscarsSoWhite ajudam  as pessoas negras a serem contratadas, mas ele prefere seguir uma rota diferente e mais proativa.

“Enquanto todo mundo estava lutando por um assento na mesa falando sobre #OscarsSoWhite, #OscarsSoWhite, eu disse: ‘Vocês vão em frente e façam isso'”, disse ele. “Mas enquanto você estiver lutando por um assento à mesa, eu estarei em Atlanta construindo a minha mesa.”

O produtor sempre disse em entrevistas que até hoje é ignorado por Hollywood e agora com seu próprio estúdio, ele tem tudo para revolucionar a indústria cinematográfica americana e mundial.

“Quando comecei a contratar Taraji, Viola Davis e Idris Elba, eles não conseguiam emprego nesta cidade, mas Deus me abençoou por estar em posição de poder contratá-los”, disse Perry durante o seu discurso, no evento da BET.

 

 

Comments

Comentários