O filho de ugandeses que conquistou Hollywood. Quem é Daniel Kaluuya?

0
2346

Primeiro britânico negro a ganhar um Oscar, o filho dos imigrantes ugandeses Damalie Namusoke e Stephen Kaluuya, Daniel Kaluuya, nascido em 24 de fevereiro d 1989, ganhou notoriedade junto com a ascensão de uma nova geração de atores negros como Marshehala Ali, Chadwick Boseman e John Boyega. Todos esses conseguiram a façanha de estrelarem filmes que se saíram bem em crítica e público 

Kaluuya aprendeu técnicas de atuação nos teatros de  Candem, Inglaterra, escrevendo sua primeira peça aos 9 anos de idade. Com incentivo da mãe, fez aulas de improvisação e decidiu seguir atuando, mesmo sofrendo com o abandono paterno. 

O ator pareceu para o uma parcela do público na aclamada série britânica “Skins”, escrevendo dois de seus episódios. 

Daniel Kaluuya's Oscar and Skins, the show where it all started - BBC News
Daniel Kaluuya na série adolescente inglesa ‘Skins’

Em 2010, Kaluuya interpretou um pugilista na peça “Sucker Punch”, o que lhe rendeu premiações como ator estreante e em 2011 foi parceiro de Mr Bean em ‘Johnny English’. Sua passagem pela série “Black Mirror” também foi marcante, mas foi como o jovem fotógrafo Chris, que visita a família branca da namora Rose (Allison Willians) no terror racial de “Corra” que Daniel Kaluuya definitivamente ganhou as vitrines de Holywood. 

Foi o amigo do príncipe T´Challa em ‘Pantera Negra’, esteve no thriller de Steve Mcqueen, ‘As Viúvas’ com Viola Davis e brilhou em ‘Queen & Slim”, um roadie movie sobre intolerância racial e violência, onde uma infração de trânsito ganha contornos dramáticos após o assassinato de um policial pelas mãos de Slim. 

Se metendo em confusão em ‘Corra’ e em ‘Queen & Slim’

O olhar expressivo virou uma marca registrada e essa característica foi explorada com maestria em ‘Judas e o Messias Negro’. Kaluuya consegue se desfazer do sotaque inglês e mergulha na pele de Fred Hampton, então líder do Partido dos Panteras Negras. Assistir aos discursos de Hampton pela atuação de Kaluuya é como viajar para para os anos 60 e também relembrar a atuação magistral de Denzel Washington em ‘Malcolm X’, dirigido por Spike Lee. 

Daniel Kaluuya preenche tanto o filme com sua interpretação que é difícil imaginar seu personagem como coadjuvante, embora Lakeeth Stanfield, como o infiltrado que denuncia Hampton, esteja fenomenal. 

O filho de Damalie Namusoke chegou ao topo no Oscar 2021 ganhando o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante. Com apenas 32 anos já teve duas indicações à maior premiação da academia, levanto a estatueta em uma. 

A julgar pelas boas escolhas de projetos até aqui, estamos vendo o nascimento de um novo astro do cinema

Comments